Amadeus e grupo GEA renovam acordo

Amadeus e grupo GEA renovam acordo

Categoria Business, Empresas

A Amadeus renovou o acordo com o Grupo GEA. Através deste acordo, as agências do grupo GEA têm acesso a todos os lugares e tarifas disponíveis das companhias aéreas no sistema de reservas – incluindo as de low cost – e os serviços auxiliares que estas comercializam. Além disso, as agências integradas no Grupo irão beneficiar de produtos de última geração desenvolvidos pela Amadeus, que lhes permitirão aumentar a sua produtividade e oferecer um serviço mais personalizado aos seus clientes. O Grupo GEA é o maior grupo de gestão em Portugal, que integra agências de viagens independentes, com mais de 400 balcões, selecionadas pelo seu profissionalismo e experiência, e cujo objetivo comum é prestar o melhor serviço e ir ao encontro das expectativas dos seus clientes.

Pedro Gordon del Valle, Diretor Geral do Grupo GEA Portugal, destaca que o “grupo GEA reconhece a evolução das necessidades dos viajantes e os desafios das agências, suas associadas, em satisfazer essas necessidades e exigências: cada vez mais, a proximidade com o cliente é a chave do negócio. Com a nova plataforma de reservas Amadeus, o Amadeus Selling Platform Connect, as agências do Grupo GEA com ligação Amadeus terão acesso a uma solução que se adapta a essas novas exigências. Esta nova plataforma permite às agências de viagens aceder às reservas dos seus clientes em qualquer parte do mundo, a partir de qualquer dispositivo, fixo ou móvel, com ligação à Internet.”

Já Miguel Angel Puertas, General Manager da Amadeus Portugal, afirmou que a “Amadeus sempre acompanhou a GEA, não só em Portugal como também a nível internacional. Esta sólida amizade está assegurada pelos acordos de colaboração que temos nos vários países e continuaremos a trabalhar juntos para oferecer o melhor serviço às agências de viagens. A Amadeus dispõe de ferramentas que apoiam o desenvolvimento do modelo de grupo de gestão e esta foi uma das chaves para aprofundar e solidificar ainda mais o acordo com a GEA.”