As Escolhas de… João Só

As Escolhas de… João Só

Nascido a 10 de junho de 1988, este coimbrense passou a sua infância entre Ílhavo e Alvor. O pai, de quem foi aprender muito do que sabe, oferecia-lhe equipamentos do Benfica e posters do Eusébio, mas a música acabou por levar a melhor.

João Só lançou o seu primeiro disco “João Só e Abandonados” em 2009. Um ano depois, surge um disco realizado em parceria com Miguel Araújo. Seguiu-se o Telebaladas, no Canal Q, um trabalho com Nuno Markl para a Rádio Comercial e, em 2015, um novo disco, “Até Que A Morte Nos Separe”, inspirado pelo concretizar do seu casamento. E o mais certo é que esteja muito mais por vir. Estas são As Escolhas do músico para a Ambitur…

Melhor Hotel Português… A Pousada do Crato, no Alentejo.”Existirão outros tão inacreditáveis, mas neste caso nem é necessário entrar, só de o ver de fora desatamos logo a sonhar.”

Melhor Hotel no Estrangeiro… O Ritz Paris. “Dos que tive a felicidade de experimentar, foi o que mais me impressionou. Até parece que no quarto a o lado está a dormir o Luís XIV.”

Melhor Restaurante em Portugal… “Adoro o Ro, no Porto. Se pudesse ia lá todos os dias. Gosto da comida, gosto do espaço e gosto de quem lá trabalha.”

Melhor Restaurante no Estrangeiro… “O Sticky Fingers, em Londres. Com este nome e a sua origem – foi criado por Bill Wyman, ex-baixista dos Rolling Stones – só podia ser o meu favorito. A comida também é bastante agradável.”

Um filme memorável…“O Padrinho”, de Francis Ford Coppola. “Toda a saga é incrível. Esta será com certeza uma ideia romântica, mas não há máfia sem o Marlon Brando, o Al Pacino e James Caan ou até mesmo sem o Andy Garcia. É Verdade que “Os Sopranos” trouxeram outras personagens de assinalar mas o Coppola é imbatível.”

Uma música que a tenha marcado… “Maybe I’m Armazed” de Paul McCartney. “Quem me conhece sabe que sou um “McCartneyaholic”. Podiam ser outras, mas esta bateu forte. Se puderem, vão ouvi-la.”

Livro a não perder… “Crime e Castigo”, de Fiódor Dostoiévski. “É um clássico e talvez por isso me tenha marcado na primeira vez que o li ainda adolescente. Há no ambiente do livro algo no qual que me revejo.”

Artista/compositor preferido… “Já sabem. É o Paul McCartney. E se ele abre um restaurante lá se vai o Sticky Fingers”.”

Praia da sua eleição… “A praia do Cabeço, em Retur (Castro Marim). É o «verão»!.”

A melhor cidade do mundo… “Lisboa, porque é a cidade onde vivo e constitui família. É onde quero viver e mesmo viajando e sonhando com tournées internacionais, é para onde quero sempre regressar.”

A última viagem que fez…“Fui a Londres numa viagem de turismo cultural para assistir ao concerto de uma das minhas bandas favoritas, os «Wilco».”

A próxima viagem que fará… “Vou a Nova Iorque e com concertos na agenda.”

O que nunca se esquece de levar consigo quando viaja… “Uns headphones.”