Associação das companhias aéreas preocupada com as greves da próxima semana

Associação das companhias aéreas preocupada com as greves da próxima semana

Categoria Advisor, Associativismo

A RENA – Associação das Companhias Aéreas, foi surpreendida com o anúncio das greves convocadas por trabalhadores de empresas de segurança e de empresas de handling dos aeroportos nacionais para a próxima semana.

Segundo o comunicado, os trabalhadores dos aeroportos das empresas Prosegur e Securitas anunciaram intenção de fazer greve de 27 a 29 de dezembro por ainda não haver acordo sobre o novo Contrato Coletivo de Trabalho. Em simultâneo com os trabalhadores da segurança, os trabalhadores da Groundforce e da Portway anunciaram que estarão em greve de 28 a 30 de dezembro por causa do licenciamento ilegal da Ryanair / Groundlink pela ANAC.

“Não pondo em causa o direito à greve dos trabalhadores, as companhias aéreas associadas da RENA estão preocupadas com a calendarização das greves, pois irão ter um impacto negativo na operação aeroportuária numa altura crítica para famílias e para os portugueses, perturbando a vida de milhares de pessoas numa época natalícia, sendo que para muitas pessoas é a única altura do ano que podem visitar a família e entes mais próximos”, acrescenta o comunicado.

Acresce que no caso da greve anunciada no setor do handling foi criado um grupo de trabalho para estudo do setor, que tem feito reuniões periódicas e que congrega todos os sindicatos.

“No que concerne aos trabalhadores das empresas de segurança, as companhias aéreas não têm qualquer papel neste campo, nem qualquer interferência no tema, e nada podendo fazer. Compete à ANA – Aeroportos de Portugal resolver o tema em termos operacionais e as companhias aéreas esperam que os problemas sentidos no passado não se repitam. É necessário planeamento e intervenção atempada para evitar que os passageiros sejam afetados e que se divulguem instruções claras para que as companhias aéreas possam fazer o seu papel e avisar os seus passageiros”.