Barcelos: Cidade Viva e Criativa

Barcelos: Cidade Viva e Criativa

Cor, movimento, vida, cultura e criatividade. O concelho de Barcelos é um exemplo de proatividade e uma combinação perfeita entre tradição, inovação e modernidade.

Próximo de grandes centros urbanos (Braga e Porto), Barcelos afirma-se como um local de passagem obrigatório para quem visita Portugal, onde não faltam pontos de interesse turísticos: belas igrejas, solares, conventos e mosteiros históricos. Estes são inúmeros e retratam uma história milenar, com uma paisagem sublime marcada pela harmonia da ação do homem no meio, a tradição evidente, os saberes e sabores distribuídos por 89 freguesias, num total de 380 kms de encantos e recantos para descobrir, onde as suas gentes fazem de Barcelos um espaço ímpar e único que se destaca por isso mesmo do contexto Minhoto onde se insere.

A oferta é desmedida e para todos os gostos, para conhecer, descobrir, saborear, sentir e fruir.

Detentor de referências de identidade nacional e regional, como é o caso do Galo de Barcelos (o maior símbolo nacional), a maior Feira Semanal do país, a Rosa Ramalho e o Artesanato, nem por isso Barcelos ficou preso a estas marcas e evoluiu, tornando-se numa cidade jovem, dinâmica e viva, onde a inovação é uma realidade.
A Feira é uma das mais mediáticas de Portugal e realiza-se semanalmente às quintas-feiras. Constitui uma tradição já antiga, rica em cor, tipicidade, produtos hortícolas, artesanato e diversidade de produtos regionais, onde se pode sentir a alma e a cultura das gentes do Minho e de Barcelos em particular.

Barcelos tem também um lugar importante na temática dos Caminhos de Santiago. Situada no percurso do Caminho Português – o segundo com maior número de peregrinos –, a cidade viu a lenda do Galo extravasar as fronteiras do concelho e dar origem à imagem que mais identifica Barcelos e o País. A Lenda do Galo e a peregrinação a Santiago de Compostela são também a base do Concurso Galo Assado que todos os anos premeia as unidades de restauração que apresentam o “ galo assado à moda de Barcelos” como uma das iguarias chave do território barcelense.

A Festa das Cruzes é a primeira grande romaria do Norte, um misto de animação, luz, cor e alegria. É inegável que as Festas das Cruzes são as mais famosas e mais conhecidas, sendo por isso uma das romarias mais concorridas e típicas do Minho e um dos mais importantes acontecimentos da vida de Barcelos.

A hospitalidade e o acolhimento são elementos que fazem parte da cultura Minhota. Em Barcelos essa realidade evidencia-se. O conforto e o bem-estar são uma prioridade. Para o acolher, Barcelos dispõe de imensos espaços, mais rústicos ou modernos, mas onde o bom atendimento impera e onde poderá encontrar a tranquilidade e a serenidade que espera.

Barcelos é, sem dúvida, uma cidade que sabe receber e bem receber.