Centro de Portugal reeleito ‘Destino Preferido’ da APAVT

Centro de Portugal reeleito ‘Destino Preferido’ da APAVT

Pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Portugal volta a ser o ‘Destino Preferido’ da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT). O protocolo que designa o destino escolhido de cada ano foi oficializado esta quarta-feira, dia 28 de fevereiro, durante o primeiro dia da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), pela APAVT e o Turismo do Centro de Portugal.

Durante a ocasião, Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, justificou a escolha da associação, “em primeiro lugar, pelo comportamento que a equipa liderada por Pedro Machado tem tido com país, com a Região Centro e com os agentes de viagens”. Em segundo lugar, o responsável referiu ainda que a escolha do Centro pela segunda vez consecutiva se deve também ao “acontecimento menos agradável” que foram os  incêndios de 2017.

“Criámos uma agenda específica que visa trazer mais visibilidade ao Centro de Portugal”, explicou Pedro Costa Ferreira, relembrando que esta foi a “primeira vez na história da APAVT” que um destino seja distinguido por dois anos consecutivos.

A ocasião marcou também o lançamento do website “O Centro das Atenções”, criado pela APAVT para “aglutinar a oferta” da região, de forma a trair mais turistas para a região. Pedro Costa Ferreira referiu ainda que a “a APAVT ganhou o congresso da associação holandesa dos agentes de viagens para Portugal”, sendo que se irá realizar no Centro do país, em Coimbra, Viseu e Aveiro.

Por seu lado, Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro de Portugal, destacou a relação “substantiva e muito proveitosa” com a APAVT, nomeadamente pela experiência que “temos na realização dos congressos” da associação e pelo “conhecimento que os agentes de viagens tem dos nosso territórios e produtos turísticos”.

Numa segunda nota, o responsável referiu-se ao ano de 2017 como “absolutamente atípico para qualquer destino”, devido aos incêndios registados no verão de 2017, que mancharam um ano de grande crescimento para a região, designadamente com a vinda do Papa ao Centenário das Aparições de Fátima.

Ainda assim, no ano passado, a região Centro registou um aumento de 14,7%, no acumulado de janeiro a dezembro, no número de hóspedes e 29,8% de turistas estrangeiros que visitaram a região. Em 2018, o Turismo do Centro tem como objetivo a consolidação dos resultados, “algo que so é possível com o apoio dos operadores”, realçou Pedro Machado.

Ricardo Ramos Gonçalves, na Bolsa de Turismo de Lisboa