Costa Cruzeiros com três novos navios em operação até 2021

Costa Cruzeiros com três novos navios em operação até 2021

Até 2021, a Costa Cruzeiros, marca italiana da Carnival Corporation, irá contar com três novos navios que se juntam aos atuais 15 barcos presentes no portfólio da companhia. Os novos navios de cruzeiro representam um investimento de cerca de mil milhões de euros.

Em 2019, chega o primeiro Costa Smeralda, com capacidade para 6.600 passageiros e movido a gás natural liquefeito (GNL). No ano seguinte, em 2020, a companhia espera lançar o Costa Venezia, que será o primeiro navio da Costa Cruzeiros direcionado exclusivamente para o público chinês. E, por fim, em 2021, a companhia tem também encomendado um ‘gémeo’ do Costa Smeralda.

As novidades foram avançadas ao Ambitur.pt por Raffael D’Ambrosio, diretor-geral da Costa Cruzeiros para a Península Ibérica, que sintetizou a estratégia da companhia italiana para os próximos anos. De acordo com o responsável, nos novos navios a companhia pretende implementar inovações ao nível da sustentabilidade ambiental.

“O Costa Smeralda vai ter a melhor da tecnologia disponível até hoje ao nível da construção naval. É um barco que será movido gás liquefeito”, frisa o diretor-geral da companhia na Península Ibérica, sublinhando que a Costa “é uma companhia sustentável” e onde faz parte da política interna criarem-se condições para a preservação dos oceanos. “Não é algo que fazemos apenas porque gostamos, mas porque temos que fazê-lo se queremos preservar o mar. Não se manifesta apenas na construção de um barco, mas numa política da companhia”, acrescenta.

*Poderá ler mais sobre esta entrevista exclusiva na próxima edição em papel da Ambitur.

Ricardo Ramos Gonçalves