CTP defende modelo de ordenamento do território para evitar incêndios

CTP defende modelo de ordenamento do território para evitar incêndios

Categoria Advisor, Associativismo

A Confederação do Turismo Português (CTP) considera que as vagas de incêndios que todos os anos assolam o território português têm um impacto negativo no setor do Turismo, causando prejuízos avultados no património, recursos e equipamentos turísticos.
Neste âmbito, a CTP defende uma mudança no modelo de governança e de instrumentos de gestão e monitorização, no que se refere ao ordenamento do território do país e dos destinos turísticos, e uma política eficaz de prevenção de forma a evitar os incêndios de grande dimensão como os que aconteceram nos últimos dias em Portugal.
A CTP lembra que, segundo dados do Sistema Europeu de Informação de Fogos Florestais, a extensão da área ardida até agora no nosso país já ultrapassa toda a área ardida dos estados membros da União Europeia. Para isso, muito contribuíram os recentes incêndios na Madeira, região que acolhe anualmente milhares de turistas nacionais e internacionais.