Estudantes do INP apresentam propostas de valorização turística do Douro durante a “Tourism Innovation Journey”

Estudantes do INP apresentam propostas de valorização turística do Douro durante a “Tourism Innovation Journey”

Categoria Advisor, Formação

Realizou-se entre os dias 14 e 16 de junho uma viagem ao Douro de cerca de 40 estudantes e docentes do Instituto Superior de Novas Profissões (INP), no âmbito da primeira edição do projeto “Tourism Innovation Journeys”, promovido pelo Departamento de Turismo deste Instituto e coordenado pelos professores João Estêvão e Marco Noivo. Esta viagem teve como principal intuito apresentar às comunidades locais e sub-regionais da região do Douro uma quinzena de projetos de valorização turística que os grupos de trabalho compostos por estudantes do INP desenvolveram ao longo do ano letivo de 2016-17, tendo como destinatárias cinco marcas-destino duriense.

A cada marca-destino foi dedicada uma sessão de apresentação de propostas, em locais emblemáticos pertencentes ao território de cada uma delas. O projeto em questão teve o seu primeiro momento público a 5 de dezembro de 2016, altura em que se organizou a conferência inaugural do “Tourism Innovation Journeys” no Auditório da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Nessa ocasião os estudantes puderam ouvir de cada uma das cinco o marcas-destino durienses alguns dos principais fatores que desafiam a sua competitividade turística.

Desde essa altura até à data da viagem ao Douro, os estudantes têm vindo a desenvolver as suas propostas de valor, que deverão contribuir para a valorização da oferta turística da região do Douro. Contudo, o ponto alto desta iniciativa do INP deu-se aquando da “Tourism Innovation Journey”, momento em que todos os grupos envolvidos tiveram a oportunidade de expor as suas propostas de valorização turística das marcas-destino que estudaram durante o ano letivo.

As propostas serão posteriormente alvo da apreciação de cada marca-destino, que elegerá a melhor de todas. Os critérios de avaliação são a exequibilidade; inovação/originalidade; potencial contributo para a competitividade turística de cada marca. Durante os três dias da viagem, os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer esta região de exceção por via rodoviária, ferroviária e fluvial.

A viagem do “Tourism Innovation Journeys” superou todas as expetativas de estudantes e docentes do INP envolvidos, bem como das entidades da região do Douro que colaboraram com esta iniciativa. Tal deveu-se, em boa parte, à elevada qualidade das propostas apresentadas pelos estudantes e ao brio e profissionalismo que todos empenharam nas suas intervenções. No entanto, a oportunidade de conhecer mais profundamente a riqueza patrimonial do Douro e contactar diretamente com os seus gestores constituiu a principal mais-valia da viagem empreendida.

A decisão das entidades avaliadoras referentes aos melhores projetos de cada uma das marcas-destino visitadas será anunciada na Sessão de Encerramento da 1.ª edição do “Tourism Innovation Journeys”, que terá lugar no próximo dia 23 de junho pelas 15h30 no Fórum Lisboa. Nessa ocasião será também anunciado a proposta vencedora absoluta do concurso de ideias.