Fenicius Charme: a nova unidade hoteleira urbana em Lisboa

Fenicius Charme: a nova unidade hoteleira urbana em Lisboa

Categoria Alojamento, Business

O Fenicius Charme Hotel é a nova unidade urbana, localizado em Lisboa. Está classificada com três estrelas, num edifício novo e moderno, com cinco pisos.

É um dos hotéis de Lisboa mais recentes e teve a preocupação de utilizar materiais nobres, amigos do ambiente e uma decoração contemporânea “que revisita de uma forma criativa a alma e a história do lugar”, segundo comunicado.

Todos os quartos têm luminosidade e comodidade, mas aos últimos acrescenta-se uma “vista fantástica sobre a cidade”.

No hotel é possível encontrar todos os serviços habituais, com exceção de restaurante, “precisamente para permitir incursões na gastronomia lisboeta”, refere a nota. Desta forma, dispõe de receção, bar, sala de pequenos-almoços, 40 quatros – dos quais 28 duplos e 12 individuais -, 12 lugares de estacionamento e uma esplanada. Com um total de oito pisos, seis acima do solo e dois abaixo do solo.

“Nas paredes colocamos uma combinação de imagens de Lisboa e de grandes protagonistas das artes, cultura e desporto, como Fernando Pessoa e José Saramago, Amália Rodrigues e o mítico futebolista Eusébio”, avança o comunicado acerca do ambiente do espaço.

Os quartos subdividem-se em single e twin e estão equipados com varanda, ar condicionado, telefone, televisão, internet, cofre, casa de banho privativa, amenities, secador de cabelo e serviço de quartos entre as 11h00 até às 22h00. Estamos também preparados para receber hóspedes com necessidades especiais de mobilidade.

A localização do hotel coloca-o no coração de Lisboa: a sete minutos de carro do aeroporto internacional de Lisboa Humberto Delgado e a dois minutos a pé da estação de metro dos Anjos e Intendente, assim como de vários autocarros e elétricos, que estabelecem ligação com os principais pontos de interesse para a Lisboa turística, comercial e de serviços.

“O Fenicius charme hotel compromete-se a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ir ao encontro dos seus hóspedes, que serão sempre o seu principal ativo. Como escreveu o poeta Fernando Pessoa, que chegou a viver nas imediações do nosso hotel, «o valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis»”, lê-se na nota.