Governo investe seis milhões para melhorar acessibilidades e dotar centros históricos com wi-fi gratuito

Governo investe seis milhões para melhorar acessibilidades e dotar centros históricos com wi-fi gratuito

Categoria Advisor, Política

O Governo lançou hoje duas linhas de financiamento no valor global de 5 milhões de euros para promover a adaptação dos espaços públicos e turísticos a pessoas com deficiência, revelou à Lusa a secretária de Estado do Turismo.

“Vamos tentar acelerar a preparação e a capacitação dos nossos destinos para estarem em condições de receberem todas as pessoas. Vamos lançar guias de apoio à adaptação de espaços públicos, hotéis, restaurantes e [espaços de] animação turística para pessoas com mobilidade [reduzida] e vamos também lançar duas linhas de financiamento”, disse a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Esta iniciativa insere-se no âmbito da Semana do Turismo, que hoje se inicia e que decorre até ao dia 01 de outubro, com iniciavas em várias zonas do país.

As linhas de financiamento e apoio que hoje serão apresentadas inserem-se no programa “All for All” e destinam-se “quer aos municípios, quer à oferta turística, para se prepararem e adaptarem para estarem aptos a receber todas as pessoas”, destacou Ana Mendes Godinho.

“Serão lançadas duas linhas: uma para apoio à adaptação dos espaços públicos e outra para apoio à reconversão e adaptação de hotéis, alojamento turístico, restauração e animação turística, no valor global de cinco milhões de euros”, explicitou a governante.

A tónica desta Semana do Turismo, cujo Dia Mundial se assinala a 27 de setembro, assenta no apoio à inclusão, sendo o “All for All” “um programa inclusivo que pretende sensibilizar os operadores turísticos para as necessidades das pessoas com deficiência”, destacou ainda a secretária de Estado.

1 Milhão de Euros para Linha de Apoio a Projetos Wifi em Centros Históricos

Um milhão de euros é o valor total da Linha de Apoio a Projetos Wifi em Centros Históricos, destinada a financiar projetos promovidos por câmaras municipais e entidades regionais de turismo. Lançado pelo Turismo de Portugal, o projeto Portugal Wifi foi apresentado em Elvas, primeira cidade do país em cujo centro histórico está implementado o projeto-piloto a desenvolver. Mais uma etapa no esforço de promover o turismo para todos, neste caso o acesso gratuito a informação digital por parte dos turistas.

O projeto Portugal Wifi visa dotar os centros históricos das localidades portuguesas e as zonas de maior afluxo turístico de redes sem fios que permitam aos turistas utilizar wifi de forma gratuita e aceder a conteúdos informativos que maximizem a sua experiência no destino.

A simplicidade e rapidez no acesso a conteúdos informativos durante a viagem assumem uma importância cada vez maior para os turistas. Por outro lado, é também relevante facultar às empresas plataformas ágeis para o desenvolvimento de novas oportunidades de negócio e de conhecer melhor os seus clientes. Promover a conetividade desses turistas com o destino e com os prestadores de serviços locais é, por isso, essencial.

Para além do objetivo turístico, este projeto visa também contribuir para o desenvolvimento de smart cities e de formas mais sustentáveis de gestão das cidades e dos seus recursos, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e para o desenvolvimento económico.

No próximo dia 28, em Coimbra, será lançado o Revive, um programa conjunto dos ministérios da Economia, da Cultura e das Finanças, que pretende valorizar o património ao abandono.

Neste dia, o Governo vai anunciar dez dos 30 edifícios que, até ao final do ano, vão ser concessionados a privados, com o compromisso de que sejam recuperados, reabilitados e acessíveis ao público. Um dos edifícios abrangidos será, segundo Ana Mendes Godinho, o Mosteiro de Santa Clara, em Coimbra.

Será ainda lançado esta semana o programa Algarve 365, com iniciativas diárias ao longo de 365 dias para combater a sazonalidade e atrair turistas o ano inteiro.