Norte do Brasil está pronto para os Jogos Olímpicos

Norte do Brasil está pronto para os Jogos Olímpicos

Categoria Advisor, Internacional

O Norte do Brasil prepara-se para o início da celebração olímpica. Em Manaus, capital do estado de Amazonas, estão previstas diversas atrações culturais no Complexo de Ponta Negra, onde mais de 90 artistas marcarão presença, no Live Site (ponto de encontro dos adeptos). O público poderá desfrutar dos mais variados géneros musicais típicos do estado do Amazonas, desde o forró ao beiradão, e sem esquecer o tradicional boi-bumba. Os jogos que terão lugar na Arena da Amazónia, em Manaus, arrancam hoje, com o encontro entre a seleção masculina de futebol da Suécia e a da Colômbia. Ao todo, a Arena vai ser palco de seis jogos da etapa de qualificação de futebol, das seleções masculina e feminina, hoje e nos dias 7 e 9 de agosto.

A Tocha Olímpica passou pelo Norte brasileiro no mês de junho, destacando-se o facto desta ser uma das regiões mais preservadas do país, e por ter o privilégio de albergar a Floresta Amazónica, considerada a maior floresta tropical do mundo e a que apresenta a mais ampla biodiversidade de fauna e flora. As extensas áreas de floresta cerrada e rios impediram que o percurso fosse totalmente feito por terra, sendo que parte da viagem foi feita por avião.

A região do Norte abrange sete estados: Acre (Rio Branco), Amapá (Macapá), Amazonas (Manaus), Pará (Belém), Rondônia (Porto Velho), Roraima (Boa Vista) e Tocantins (Palmas). Nesta região, o turista poderá encontrar alguns dos estabelecimentos turísticos mais sofisticados do país no que que toca ao turismo de aventura e ao ecoturismo. A tocha passou por todas as capitais dos estados, para além da cidade de Santarém, no estado de Pará. Nestes locais, são diversos os pontos de interesse para os visitantes, incluindo as cascatas e rios do Amazonas, Negro e Solimões, praias fluviais e o contacto com animais selvagens e comunidades protegidas de nativos.

Gilson Lira, diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur – Instituto Brasileiro do Turismo, comentou que “com um grande impacto no turismo nacional e internacional, o percurso da Tocha Olímpica e a celebração dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos são grandes oportunidades para estimular o fluxo turístico e impulsionar a economia nacional. Acreditamos ainda que esta regionalização aproxima toda a população brasileira, demonstrando a importância de acolher um evento desta magnitude”.