Portugal já faz parte do circuito Big Wave Tour

Portugal já faz parte do circuito Big Wave Tour

Categoria Destinos, Explore

Portugal está cada vez mais na rota do surf mundial. Com o Nazaré Challenge (WSL Big Wave Tour) a realizar-se pela primeira vez no nosso país, Portugal é, a par com a Austrália, um dos únicos países do mundo que acolhe todas as competições que do surf competitivo mundial.

O Big Wave Tour é um evento único, que une o espetáculo natural das ondas gigantes a um conjunto restrito de surfistas. A competição tem um prémio monetário de cerca de 91 mil euros.

Foi com o Garrett McNamara, o americano mais português dos EUA, que o “canhão da Nazaré”, como lhe chamou, na Praia do Norte, passou a constar no mapa mundial das ondas gigantes e no Guinness, com o recorde da maior onda surfada.

Desde 2008 que Portugal tem sido um dos principais destinos de eventos da WSL. Este ano, já acolheu, 7 eventos oficiais, com diferentes tipos de graduações, desde provas de qualificação mundiais, à etapa do circuito Mundial, marcando também presença no top 3 do ranking mundial de investimento em Prize Money em Provas da World surf League. O que mostra o compromisso do turismo português em consolidar Portugal como um destino de surf premium, sendo um dos melhores da Europa e do mundo.

Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, revela que “o eixo estratégico como é considerado o Mar, a Costa e as ondas em Portugal tem sido um dos ‘motores’ para o desenvolvimento do Surf em Portugal, sobretudo fora da época alta. O WCT Pro Portugal, por exemplo, evento que se realiza há 8 anos em Peniche onde o seu constante crescimento em termos de retorno de investimento e impacto socioeconómico são a prova de que este é o caminho a seguir e que embora os resultados sejam extremamente positivos existe ainda muito trabalho para fazer”.

A umbrella «Portuguese Waves» é, por isso, uma marca forte e um atrativo muito relevante para a promoção de Portugal enquanto destino turístico e da sua oferta turística. Esta plataforma de promoção do surf em Portugal tem vindo a permitir a divulgação do Destino e da sua oferta turística, através de perspetivas diferenciadas que visam impactar não só os surfistas, mas acima de tudo associar o destino Portugal aos atributos positivos que lhe confere o surf.

O plano de ativação da marca «Portuguese Waves» ascende a um valor de 850 mil euros.