Portugueses são aventureiros e os que mais procuram experiências inesquecíveis

Portugueses são aventureiros e os que mais procuram experiências inesquecíveis

A Budget, marca de rent a car do Avis Budget Group, realizou um inquérito com o objetivo de perceber quais os principais motivos que levam os jovens portugueses a viajar e a partilhar as suas férias nas redes sociais. Com este estudo, a Budget concluiu que os portugueses são os que mais viajam para usufruir de eventos culturais como festivais de música, dança e até cinema, mas também os que mais procuram viver escapadelas aventureiras e usufruir de experiências inesquecíveis.

A marca de rent a car agarrou o desafio de lançar a Budget List para destacar quais os destinos mais desejados e alucinantes na Europa. Para a criação desta lista, que compila os destinos e eventos mais atrativos deste continente, a Budget envolveu mais de uma dezena de países, desafiando-os a encontrar os eventos desportivos, culturais e gastronómicos mais desejados de cada local. Como critério de seleção, a Budget focou-se no “buzz” das redes sociais de cada evento para perceber quais os destinos mais apetecíveis da Europa. Um dos países que apresenta a lista mais variada é Portugal, que inclui eventos como festivais de verão, feiras gastronómicas, maratonas, regatas, competições de saltos, entre muitos outros.

Para chegar à Budget List, a marca desenvolveu um inquérito nos vários países envolvidos. Em Portugal, os resultados revelam que grande parte da amostra quer fazer parte de uma experiência aventureira e inesquecível (33%), mas também que são muitos os jovens portugueses que procuram participar em eventos culturais onde possam socializar e conhecer pessoas, como, por exemplo, os tão desejados festivais de verão. Já em países como a Alemanha, desce para metade o número de pessoas que faria uma viagem para viver uma experiência aventureira ou para assistir e fazer parte de um evento cultural.

O top dez dos eventos da Budget List é composto por: Course Ultrarail du Mont Blanc (França), Red Bull 400 (Aústria), Salinas Longboard Festival (Espanha), Descenso del Sella (Espanha), Bestival (UK), Cous Cous Festival (Itália), NK Beachvolleyball (Holanda), Cortona Mix Festival (Itália), Leeds Festival (UK) e PukkelPop (Bélgica), mas esta lista inclui também outros eventos como Pringles Kite Surf World Cup, na Alemanha, e o Festival de Cinema Locarno, na Suiça.

Os resultados deste inquérito mostram também que 70% da amostra é adepta de aventuras “arriscadas” que levam à criação de momentos que só se vivem “uma vez na vida”, como escalar uma montanha, fazer queda livre ou paraquedismo, mas também querem parte de “aventuras” culturais e gastronómicas. Mas não só de experiências alucinantes, cultura e gastronomia se “alimentam” os portugueses. Portugal é dos países que mais vibra com eventos desportivos já que, para mais de 74% dos portugueses, este tipo de eventos faz também parte da sua top list: assistir a um Campeonato Mundial de Futebol ou aos Jogos Olímpicos é o sonho de qualquer português apaixonado por desporto. Já em países como a França, são menos 17% as pessoas que fariam uma viagem para viver uma experiência ligada ao desporto.

Com os dados deste inquérito a Budget concluiu ainda que, cada vez mais, os portugueses são adeptos das chamadas “escapadelas”, ao invés das férias tradicionais. Para 39% dos portugueses, o facto de poderem tirar curtos períodos de férias permite-lhes viajar para sítios diferentes como forma a “escapar” à rotina e a participar em eventos como os apresentados pelaBudget List.

No que toca às redes sociais, para os portugueses há dois fortes motivos para partilhar uma experiência das suas férias: o facto de encontrarem vistas excelentes, com um cenário perfeito para a melhor selfie (27%) ou descobrir locais totalmente diferentes e desconhecidos que leva a que 20% dos portugueses partilhem esta novidade nas redes sociais. Para os jovens portugueses, estas têm também um papel muito importante na altura de decidir qual o melhor destino para as suas férias, sendo que, para eles, o “buzz” que os locais atingem nas redes sociais e os comentários de outros utilizadores são fatores determinantes na escolha do destino de férias dos portugueses (37%).