Star Alliance e Juneyao Airlines estabelecem parceria com vantagens para os voos via Xangai

Star Alliance e Juneyao Airlines estabelecem parceria com vantagens para os voos via Xangai

Categoria Business, Transportes

Numa cerimónia realizada em Xangai, na segunda-feira, dia 10 de outubro, a Star Alliance e a Juneyao Airlines acordaram uma parceria estratégica através da qual a companhia aérea sedeada nessa cidade se tornará em 2017 um ‘Parceiro de ligação’ da Aliança.

No âmbito deste conceito inovador de parceria da Star Alliance, a companhia aérea chinesa refere que passará em breve a oferecer facilidades como o check-in até destino final, acesso a lounge e outros privilégios de prioridade aos passageiros que viajam em itinerários de ligação com as companhias membro da Aliança.

“A Juneyao Airlines acrescenta uma mais valia significativa à nossa proposta de Rede na China, particularmente no mercado de Xangai”, disse Mark Schwab, CEO da Star Alliance. “Graças a este alargamento, os nossos passageiros passarão a beneficiar de um maior leque de opções de voos de ligação para numerosas metrópoles chinesas e vários destinos internacionais através dos serviços do nosso futuro parceiro.”

“Desde o início de operações há dez anos, a Juneyao Airlines ganhou forte reputação no mercado chinês. Está agora pronta para dar um passo em frente no seu bem sucedido percurso de crescimento. Desde o início das nossas conversações ficámos impressionados com o profissionalismo e eficiência operacional da companhia”, acrescentou Schwab.
Actualmente, são 17 as companhias da Aliança que operam cerca de 1.600 voos semanais de / para os dois aeroportos de Xangai: Pudong International e Hongqiao International, ambos servidos pela Juneyao Airlines. Com uma frota de 56 aviões, a companhia opera mais de 1.700 voos semanais para 69 destinos em oito países e regiões.

Por outro lado, Wang Junjin, Presidente da Juneyao Airlines veio sublinhar os efeitos positivos da perceira.  “A Juneyao Airlines está orgulhosa pelo papel desempenhado no alargamento da oferta da rede da Star Alliance nos dois aeroportos de Xangai, e esperamos acolher os passageiros da Star Alliance em voos de ligação a bordo da nossa companhia no futuro próximo. Oferecemos 53 rotas adicionais que irão complementar os serviços disponibilizados a partir de Xangai, o que sem dúvida irá atrair mais passageiros em ligação para os nossos dois
hubs”.

Segundo o comunicado, o Modelo de Parceiro de Ligação foi desenhado para permitir às companhias aéreas ligarem-se à rede da Star Alliance sem terem de tornar-se membros efetivos, proporcionando aos clientes o acesso a mais opções de viagem para além dos 1.300 aeroportos servidos pelas 28 companhias aéreas da Aliança. Os parceiros de ligação são criteriosamente selecionados e têm de aderir aos elevados padrões operacionais requeridos pela Star Alliance.