TAP Manutenção e Engenharia é a primeira a modificar um A319 Corporate Jet

TAP Manutenção e Engenharia é a primeira a modificar um A319 Corporate Jet

Categoria Business, Empresas

A TAP Manutenção e Engenharia (TAP M&E) é responsável pela primeira modificação num A319 Corporate Jet da Comlux The Aviation Group equipando-o com a tecnologia sharklet, naquele que foi o primeiro trabalho a pedido da Airbus, no âmbito do acordo estabelecido entre o fabricante de aviões e a TAP M&E para a prestação destes serviços. Este trabalho foi realizado pela Unidade de Manutenção da TAP, na sua base em Lisboa, e foi a primeira vez que foi feito num A319.
De acordo com um relatório de auditoria da Airbus, o desenvolvimento do projeto Sharklet e a sua finalização demonstram a capacidade da TAP para implementar modificações complexas. Já com grande experiência na instalação destes dispositivos, adquirida nas modificações efetuadas nas aeronaves da TAP, todos os processos de engenharia, preparação de cartas de trabalho e ferramentas, foram continuamente otimizadas permitindo neste momento executar estas modificações com eficiência. O nível de experiência, organização e recursos aplicados, demonstra que a TAP tem capacidade para estar envolvida em complexas operações de manutenção, e para ser um fornecedor aprovado pela Airbus para este tipo de serviços.

A TAP M&E foi pioneira na indústria ao modificar o Airbus ACJ319 com sharklets, posicionando-se no mercado como a MRO (organização de manutenção) melhor preparada para realizar esta alteração. A utilização de ferramentas e equipamentos tecnologicamente mais sofisticados permite realizar o trabalho mais rapidamente e com maior qualidade.

“Estamos muito orgulhosos dos resultados da nossa equipa, que permitiram à TAP M&E entregar o avião da Comlux à Airbus Corporate Jets um dia antes do previsto. O trabalho seguiu padrões de qualidade muito elevados, e foi fruto de uma planificação muito detalhada desde a primeira aplicação que realizámos num A320, o que permitiu assegurar um fluxo de trabalho seguro e eficiente desde o primeiro dia”, disse Mário Lobato de Faria, Vice-presidente Executivo da TAP M&E.

A introdução dos dispositivos sharklet na ponta das asas permite ganhos na aerodinâmica do avião que permitem reduzir o consumo de combustível. Estão disponíveis como modificações opcionais em toda a família A320 produzida nos últimos anos, e estão já instalados previamente em toda a família A320neo.