Taxa de ocupação desce ligeiramente em novembro no Algarve mas volume de vendas sobe

Taxa de ocupação desce ligeiramente em novembro no Algarve mas volume de vendas sobe

De acordo com os mais recentes dados provisórios divulgados pela AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, relativos ao mês de novembro de 2017 nas unidades de alojamento do Algarve, a taxa de de ocupação global média/quarto foi de 45,3%, 1,8pp inferior à registada no ano anterior (‑3,9%). O mercado que mais contribuiu para a descida verificada foi o britânico (-4,1pp). Os mercados alemão (+0,9pp), irlandês (+0,6pp) e holandês (+0,4pp) foram os que mais contrariaram a descida verificada.

Por zonas geográficas, as maiores descidas ocorreram em Monte Gordo / VRSA (-12,1pp) e Vilamoura / Quarteira / Quinta do Lago (-11,2pp). Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma descida de 3,0pp. Por outro lado, as principais subidas foram em Tavira (+5,8pp) e em Faro / Olhão (+4,3pp).

O volume de vendas subiu 8,9% durante o mês.

Em termos acumulados, nos últimos 12 meses, e segundo a AHETA, a taxa de ocupação quarto regista uma subida de 1,8%.

A desvalorização da Libra, no seguimento do Brexit, é a principal responsável para a descida homóloga do mercado britânico desde o início do ano nos meios de alojamento classificados oficialmente (-8,2%).