TPNP investe 15 milhões de euros na promoção do destino em 2017

TPNP investe 15 milhões de euros na promoção do destino em 2017

Categoria Advisor, Política

Foi aprovado por unanimidade, na passada sexta-feira, em assembleia geral da Turismo do Porto e Norte de Portugal, o Plano de Atividades e o Orçamento para o ano de 2017. Ao todo, cerca de 15 milhões de euros (15.085.135 euros) serão investidos na promoção do território Porto e Norte de Portugal na Península Ibérica.

Segundo a Turismo do Porto e Norte de Portugal, o plano proposto e aprovado por toda a Assembleia, na reunião decorrida hoje em Caminha visa, entre outros, reforçar o papel do TOPAS ((Tourism Public Auto Service) enquanto Loja Móvel de Turismo através de roadshows em várias cidades da Península Ibérica; dar continuidade à estratégia de “apresentação personalizada do território com a realização de FAM Trips e Press Trips; continuar a marcar presença nos principais eventos de turismo da Península Ibérica com especial incidência nas feiras de turismo espanholas; implementar a estratégia de turismo da natureza concertada com a criação do Consórcio Norte Natural.

O Orçamento da Turismo do Porto e Norte de Portugal, E.R. para o ano de 2017 é de 15.085.135 euros, dos quais 57% se referem a projetos candidatados ou a candidatar a fundos comunitários, no montante de 8.637.229 euros, prevendo-se a comparticipação a fundo perdido de 85% do Norte 2020, e 75% do POCTEP das despesas elegíveis. Este orçamento apresenta um acréscimo de 62% em relação à dotação corrigida de 2016, que ascendeu a 9.307.585 euros. Este aumento é justificado, essencialmente, pelo valor dos projetos no âmbito do FEDER, e pelo acréscimo de atividade esperado para 2017, promovido pelo funcionamento do modelo de negócio de lojas interativas, inclusive do Porto Welcome Center, cuja pré-abertura ocorreu em 28 de julho de 2016.

Nos últimos dados apurados (entre janeiro e junho) a região Porto e Norte teve mais de 3  milhões de dormidas, 15,6% mais do que em igual período de 2015. Desses 3 milhões, cerca de 60% é mercado ibérico.