Trivago: evolução dos preços hoteleiros em Portugal acima da média europeia

Trivago: evolução dos preços hoteleiros em Portugal acima da média europeia

Apesar da habitual quebra sazonal nos preços da hotelaria (-19,30% face ao último mês e -2,13% em relação a outubro de 2015), Portugal encontra-se neste momento acima da média europeia (-3,37%) no que toca à evolução dos preços da hotelaria face ao último ano, segundo os dados do mais recente trivago Hotel Price Index. A nível nacional, as duas ilhas, Madeira (+5,95%) e Açores (+5,41%), assumem-se este mês como as duas regiões em destaque, apresentando os melhores desenvolvimentos do país face ao ano anterior.

Os preços médios da hotelaria nacional situam-se agora nos 92€ por quarto duplo, contra 114€ no último mês e 94€ em outubro de 2015. Apesar da quebra, tanto em relação ao último mês como ao último ano, Portugal revela uma evolução acima da média europeia, estando mesmo à frente de países como o Reino Unido (-20,11%), a Itália (-11,85%) ou a França (-11,33%), que apresentam quebras significativas nos preços hoteleiros face a 2015.

A Madeira é a região do país com a maior subida de preços (+5,95%) em relação a outubro de 2015: dormir na região madeirense custa agora em média 89€, quando no ano passado o preço médio não ultrapassava os 84€ por noite. Com a segunda subida mais expressiva encontram-se os Açores (+5,41%), seguidos de Lisboa (+1,74%) – encerrando assim o pódio dos destinos com performances positivas este mês.

Já em relação ao último mês, e decorrente da sazonalidade, todas as regiões se encontram no negativo. A mais expressiva descida de preços é protagonizada pelo Algarve, que vê os seus preços descer 39,23%: dormir na região algarvia custa agora 79€, quando há apenas um mês atrás custava, em média, 130€ por noite.

Olhando agora para a variação dos preços hoteleiros a nível local, destaque para os aumentos expressivos em Portimão (+18,37%), Faro (+11,67%) e Braga (+9,62%) face a 2015. Os preços hoteleiros no Porto crescem 7,32% face ao último ano. Lisboa regista um aumento dos preços na ordem dos 3,36%. Em sentido oposto, Viana do Castelo (-15,73%), Setúbal (-9,84%) e Évora (-8,79%) são as localidades que sofrem as maiores quedas nos preços médios dos hotéis.

Cascais permanece a localidade mais cara do país, com um custo médio de 141€ por noite, enquanto Setúbal, com o preço médio de 55€, é este mês o destino nacional com os hotéis mais baratos.