Turangra alerta para falta de definição dos voos da SATA

Turangra alerta para falta de definição dos voos da SATA

A Turangra, operador turístico focado nos Açores, considera preocupante a indefinição relativa aos voos da SATA para o próximo ano. Em declarações ao Ambitur.pt, durante mais uma edição da WTM Londres, Tiago Ferreira, operador turístico da Turangra, considera que “a indefinição ao nível do voo da SATA” para o Reino Unido pode dificultar a operação.

Ainda assim, o responsável considera que com a abertura de novas rotas e o interesse de outras companhias, como as low-cost Ryanair e easyJet, ou a Delta Air Lines, abrem-se novas possibilidades. Na opinião de Tiago Ferreira, por esta altura deveriam estar a vender o ano de 2019. “Nesta altura, nós devíamos trabalhar 2019, o que é difícil devido à indefinição dos voos. Tem que se trabalhar com dois anos de antecedência e promover esse destino para daqui a três ou quatro anos, com garantias.

Por outro lado, o responsável considera que existe ainda um grande desconhecimento dos Açores enquanto destino turístico. “Na Turangra tentamos fazer todos os anos uma fam trip, nde se convidam agentes de viagens. Mas, notamos que no mercado nacional há muita rotatividade de pessoas nas agências e isso é mau porque ao nível da venda de um destino esse conhecimento é crucial”, sintetiza.

Atualmente, o Reino Unido encontra-se no terceiro posto dos mercado internacionais mais importantes, logo depois de Estados Unidos, como segundo mercado mais importante e, Alemanha no top de mercados. Tiago Ferreira revelou ainda que até setembro deste ano registaram um aumento na procura, ao nível do mercado internacional de 50%.

Ricardo Ramos Gonçalves