Turismo de Portugal, municípios anfitriões e parceiros reunidos no arranque do Tourism Up

Turismo de Portugal, municípios anfitriões e parceiros reunidos no arranque do Tourism Up

Categoria Advisor, Associativismo

Na passada sexta-feira, dia 16 de junho, meia centena de pessoas, entre empreendedores, municípios anfitriões e parceiros, marcaram presença no arranque do Tourism Up, um programa de aceleração de âmbito nacional, promovido pelo Turismo de Portugal e os Territórios Criativos, desenhado para apoiar projetos de empreendedorismo nas áreas do turismo e promoção de produtos endógenos, em territórios de baixa densidade e/ou afastados dos grandes centros urbanos.

Citada em comunicado, Célia Fernandes, vereadora do Turismo de Mafra, deu as boas-vindas a todos os municípios presentes (Góis, Alvaiázere, Coruche) e a todos os parceiros do projeto, realçando a relevância de programas como este “num território tão diversificado como o do concelho de Mafra, que tem mar, mas também muitas oportunidades de negócio na zona «mais interior» do concelho, nomeadamente ao nível das atividades de outdoor”.

Também presente na ocasião, Sérgio Guerreiro (na fotografia), do Turismo de Portugal (TP), afirmou que é vontade do TP “trabalhar com empresas e associações que estão no terreno, a operar nos territórios, como é o caso dos Territórios Criativos”, promotor da iniciativa. Apresentou também os quatro pilares estratégicos do Turismo de Portugal: apoiar quem tem ideias no turismo, gerar cultura empreendedora, promover o acesso a financiamento (Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, Linha de Apoio ao Turismo Acessível, e a Linha de Apoio a Projetos Wi-fi em Centros Históricos) e trabalhar com o ecossistema empreendedor.

De seguida, foi dada a palavra aos representantes dos municípios anfitriões, cuja satisfação em integrar o programa e vontade de promover o empreendedorismo nos seus territórios foram notórias. Mário Garcia, vice-presidente da Câmara Municipal de Góis, afirmou, a propósito das temáticas do turismo e empreendedorismo, que “este interior mais profundo também vai estar na moda, por isso quisemos aproveitar o Tourism Up”.

Francisco Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Coruche, sublinhou a importância da iniciativa: “Felizmente que alguém se lembrou disto [de promover o programa em territórios de baixa densidade]. É preciso contagiar o resto do país”.

Por sua vez, Célia Marques, presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere disse que “esta iniciativa poderá ser uma alavanca importante para dar a conhecer os nossos produtos e é uma forma de impulsionar e criar valor acrescentado para o nosso território”.

Por fim, Joaquim Sardinha, vice-presidente da Câmara Municipal de Mafra, rematou dizendo que “é inevitável que haja concorrência entre os territórios aqui representados, mas que, com programas como o Tourism Up, estes municípios estão focados na promoção do que têm de melhor e não em ser melhor que o município vizinho”.

Luís Matos Martins, administrador dos Territórios Criativos, afirmou ainda que “estes territórios, de baixa densidade ou afastados dos grandes centros urbanos, têm uma cultura e tradição muito ricas, pelo que que vamos seguramente encontrar projetos muito bons”.

Nos meses de junho e julho, o Tourism Up vai percorrer o país a dinamizar oficinas de empreendedorismo: Vouzela, Idanha-a-Nova, Mafra, Góis, Coruche e Alvaiázere. Estas oficinas pretendem divulgar o programa e selecionar um finalista que terá acesso direto ao programa de aceleração, que decorrerá entre 29 de setembro e 28 de outubro, sendo que a participação nos bootcamps inclui alimentação e estadia gratuitas. O programa disponibiliza dois mil euros em prémio monetário e cerca de três mil euros de prémios em serviços dos parceiros.

As candidaturas ao Tourism Up podem ser efetuadas através da inscrição nas oficinas ou através do site, de 16 de junho a 7 de setembro.