Turismo e Surf de mãos dadas na região do Porto e Norte

Turismo e Surf de mãos dadas na região do Porto e Norte

Categoria Destinos, Explore

No próximo fim-de-semana, dias 15 e 16 de outubro, decorrerá a finalíssima do Campeonato Surf Esperanças sub18 na Praia Internacional de Matosinhos, integrada no projeto Wave Series que, durante este ano, uniu os municípios do Porto e Matosinhos em prol do surf e do turismo náutico. Entre abril e outubro o Porto & Matosinhos WAVE SERIES 2016 trouxe às praias destes dois municípios da Frente Atlântica os melhores atletas da atualidade a concorrerem em provas nacionais de várias modalidades, do surf ao stand up paddle (SUP), bem como um vasto programa de atividades que pretende cativar os aficionados e a população em geral para a prática destes desportos. Para as entidades envolvidas, a aposta está ganha.

Para celebrar, alguns dos atletas cabeças de cartaz, entre eles Luís Perloiro, Jácome Correia e Salvador Couto, estiveram, em visita, no Porto Welcome Center (PWC) na passada sexta-feira, onde puderam experienciar todas as funcionalidades interativas das plataformas existentes. A avaliar pelos números de visitantes que entraram pela Loja Interativa de Turismo da Turismo do Porto e Norte (TPNP) do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, entre maio e setembro, a procura pelos desportos de mar na costa aumentou 25% face a 2015.

“Estes dados permitem-nos a confirmação do que há muito temos vindo a afirmar: as praias do Porto e de Matosinhos são um destino cada vez mais reconhecido para a prática do surf”, adianta Marcelo Martins, diretor da escola Onda Pura, que organiza o evento e que quer também promover a região como um destino de desportos de mar. “Ao nível da iniciação à modalidade, tivemos ao longo do ano um crescimento considerável entre o público nacional e estrangeiro, nomeadamente este último, na ordem dos 30% face ao ano anterior”.

“Matosinhos tem 46 atletas federados, 20 empresas direcionadas para o turismo náutico e cerca de 16 escolas de desportos de mar. É já uma dinâmica interessante para o município. O Wave Series 2016 que agora termina colocou-nos na linha dos spots privilegiados para a prática do surf e foi, certamente, um excelente cartão-de-visita para os atletas, equipas técnicas e aficionados”, adianta o presidente da autarquia, Guilherme Pinto.

“O turismo desportivo está em franco crescimento e constitui mais uma excelente oportunidade para a promoção turística dos municípios do Porto e de Matosinhos, que partilham esta fantástica frente de mar, com condições naturais ímpares para a prática do Surf e a organização de grandes eventos. A organização conjunta desta iniciativa é disso um bom exemplo e os números aqui apresentados atestam a validade desta aposta. As escolas existentes também têm tido um aumento considerável de praticantes, nacionais e estrangeiros. Estamos, por isso, em conjunto, a fazer uma excelente aposta”, diz o administrador executivo da PortoLazer, Luís Alves.

Para o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, “este aumento da procura tem sido gradual mas sustentado, promovendo também o aumento da estada média do turista na nossa região. Os números agora apurados relativos ao turismo náutico são positivos e resultam do trabalho concertado entre as todas as entidades envolvidas”. “Queremos que a nossa costa deixe de ser sazonal e passe a ser um destino de mar pelas excelentes condições para a prática de desportos náuticos, entre os quais a vela e o surf e pelas infraestruturas e serviços de grande qualidade. Associar a nossa gastronomia, hospitalidade e segurança e estes parâmetros torna-nos, de facto, um spot a visitar ”, conclui.