Turistas são alvo fácil para os crimes financeiros online

Turistas são alvo fácil para os crimes financeiros online

Um estudo desenvolvido pela Kaspersky Lab revela que os consumidores – que viajam por lazer ou em negócios – realizam muitas operações financeiras online, colocando-se em risco quando não estão devidamente protegidos. Muito poucos entrevistados (11%) referiram ter tido o seu dispositivo afetado ou terem sido vítimas de uma fraude online (20%) como uma das três maiores preocupações que poderiam ter durante uma viagem. Apesar de, no fundo, cerca de 18% já terem sido vítimas de um ciber crime no estrangeiro. Dentro destes 18%, cerca de 6% já foram vítimas deste tipo de ataques enquanto realizavam operações bancárias online e 9% quando faziam compras, também online.
Segundo o estudo, 42% dos utilizadores admitem fazer compras online enquanto viajam, a partir dos seus cartões de crédito, do mesmo valor ou de valores superiores por comparação com o que acontece quando estão no seu país. Não usufruindo de uma proteção apropriada enquanto viajam, os utilizadores acabam por se expor a si e ao seu dinheiro, correndo riscos desnecessários através deste tipo de comportamentos. A verdade é que apenas 34% dos utilizadores utilizam uma conexão segura (VPN) quando se ligam a uma rede de Wi-Fi pública, enquanto 18% admitem não fazer nada para garantir a sua segurança.
“No mundo permanentemente conectado em que nos inserimos, atualmente, é-nos permitido viajar muito facilmente, por lazer ou em trabalho e torna-se possível continuarmos conectados enquanto o fazemos. Esta possibilidade traz outras tantas oportunidades, mas também nos expõe a determinados perigos se não formos cuidadosos e não tomarmos as devidas precauções. Hoje, tudo é de muito fácil conexão através de redes Wi-Fi pouco seguras durante uma viagem e, por isso, continuamos com os nossos hábitos normais, como por exemplo fazer determinadas transações ou compras online, sem pensar nas consequências do que estamos a fazer. Assim que nos começamos a aproximar das férias de verão, gostaríamos que os viajantes fossem mais atentos ao que se passa online, que pensassem duas vezes sobre as atividades que fazem quando estão fora e que utilizassem medidas para proteger o seu dinheiro de possíveis danos”, afirma Alfonso Ramirez, Diretor Geral da Kaspersky Lab Iberia.
Para evitar a perda de dinheiro, os utilizadores devem-se comportar de forma segura quando viajam. Nunca devem perder de vista os seus cartões de crédito, só se devem conectar à internet através de uma conexão VPN segura e devem utilizar uma ferramenta de segurança eficaz para se protegerem a si próprios, como a Kaspersky Safe Money.