Visa Europe atualiza app de viagens

Visa Europe atualiza app de viagens

Categoria LifeStyle, Tendências

A Visa Europe anunciou hoje a nova versão da sua app ‘Travel Tools’, o companheiro móvel de viagens dos turistas em todo o mundo. A aplicação oferece acesso rápido a ferramentas e informações de viagem da Visa, incluindo a localização de ATMs, conversores de moeda, assistência em caso de roubo ou perda de cartões e dicas de consumo para viajantes.
A app agora renovada chega com novas funcionalidades, mesmo a tempo da época de férias. Os novos guias de países permitem aos turistas confirmar atempadamente o nível de aceitação de cartões no destino e um painel mostra também a facilidade com que os utilizadores de cartão podem usar o seu cartão Visa em estabelecimentos como hotéis, restaurantes e lojas, assim como transportes. Assim, se os turistas quiserem saber se o táxi que vão apanhar ou o restaurante onde vão jantar no Vietname aceita pagamentos eletrónicos, só têm de consultar a app.
Durante os próximos meses, as pessoas que utilizarem a aplicação vão também ter acesso a várias ofertas e descontos em todo mundo, providenciados por serviços de geolocalização.
Os consumidores podem descarregar gratuitamente a app através da Apple App Store ou do Google Play num dispositivo compatível com estes.
Sérgio Botelho, Country Manager da Visa Europe para Portugal, afirma que “’a app de viagem da Visa pode ser a companhia perfeita para as férias. Não só ajuda os viajantes a pagar por serviços num país estrangeiro ao disponibilizar toda a informação num só dispositivo, como ainda oferece a capacidade de confirmar o nível de aceitação de cartões no destino, através dos novos guias dos países. Reduz também a necessidade de trocar moeda a taxas não favoráveis.”
“Usar um cartão Visa é a forma mais inteligente de ter a certeza que o dinheiro que se gasta nas férias não é uma preocupação. Os cartões Visa são aceites em milhões de localizações e ATMs em todo mundo, pelo que beneficiar desta conveniência e segurança utilizando pagamentos eletrónicos como se tivesse em casa é uma vantagem”, conclui Sérgio Botelho.