Volta Nacional: “ASAE já fiscalizou 500 hotéis e restaurantes em Fátima”

Volta Nacional: “ASAE já fiscalizou 500 hotéis e restaurantes em Fátima”

Jornal de Notícias
“ASAE já fiscalizou 500 hotéis e restaurantes em Fátima”
A Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica já efetuou este ano cerca de 500 inspeções a estabelecimentos comerciais em Fátima, no âmbito da “Operação Centenário”, que estará no terreno pelo menos até à visita do Papa Francisco, a 12 e 13 de maio.

“Escolas garantem emprego”
Oitenta e sete de cada 100 alunos das escolas do Turismo de Portugal “têm emprego garantido” e há cursos com total empregabilidade, como os relacionados com a cozinha, segundo o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, na véspera o “Open day“, que serve para captação de novos alunos.

“TAP voa mais para Londres”
A partir de 29 de agosto, a TAP começa a operar para London City, situado no centro financeiro de Londres, juntando este aeroporto aos dois para onde já voa (Gatwick e Heathrow), mas as reservas para o novo destino já estão disponíveis.

“Criado roteiro do património para aumentar permanência dos turistas”
A Câmara de Guimarães lançou, ontem, um guia do património classificado do concelho. O livro descreve 51 destinos do território concelhio. Pretende ser a primeira de muitas medidas que Guimarães quer implementar para alargar a rota dos turistas e, por consequência, a estadia de quem visita a cidade.

“«Boom» turístico tem de ser regulado”
A expansão turística vai continuar a fazer-se sentir em Lisboa, pelo que é necessário implementar políticas públicas que regulem a atividade, impeçam uma bolha imobiliária que faça disparar os preços das rendas e condene ao exílio os habitantes da cidade.

“Pocinho vence prémios de Arquitetura do Douro”
O concelho de Vila Nova de Foz Côa arrecadou três dos cinco prémios de arquitetura do Douro atribuídos nos últimos dez anos pela CCDR-Norte. O Centro de Alto Rendimento de Remo do Pocinho, do arquiteto Álvaro Andrade e propriedade do Município foz-coense, recebeu ontem o galardão da edição 2016/17, após o Museu do Côa, assinado por Camilo Rebelo e Tiago Pimentel, ter vencido em 2013/14, e da Adega da Quinta da Touriga, da autoria de António Leitão Barbosa, ter triunfado em 2006.

Público
“Ideias não faltam aos lisbotetas. O pior é pô-las em prática”
A edição deste ano sofre duas mudanças: o valor mínimo para os projectos serem elegíveis é 50 mil euros e necessitam, no mínimo, de 250 votos. A Câmara destina dois milhões e meio por ano para esta iniciativa mas até 2012 destinava o dobro.

“Primeiro voo entre China e Portugal a 26 de julho”
O primeiro voo directo entre a China e Portugal vai realizar-se no dia 26 de Julho deste ano, de acordo com a companhia aérea Beijing Capital Airlines, do grupo HNA. O voo terá três frequências por semana — quarta-feira, sexta-feira e domingo — entre a cidade de Hangzhou, na costa leste da China, e Lisboa, com paragem em Pequim, de acordo com o departamento de marketing da empresa.

“Investimento procura novas aréas do centro histórico de Lisboa”
As transações de imobiliário residencial no eixo composto pelos bairros do chiado, Bairro Alto, Príncipe Real e Santa Catarina ascenderam em 2016 a 91,9 milhões de euros, concentrando 37% dos 250,3 milhões investidos neste segmento no Centro Histórico de Lisboa, revelou a Confidencial Imobiliário no âmbito do SIR-Reabilitação Urbana.

“Quase metade dos moradores do Lisbon Green Valley serão estrangeiros”
Correspondendo à segunda fase de desenvolvimento do exclusivo Belas Clube de Campo, o maior “resort” residencial português, que se estende por quase 1000 hectares na Serra da Carregueira, no concelho de Sintra, o Lisbon Green Valley é a mais recente aposta do grupo André Jordan no mercado português e o primeiro projeto a ser lançdo pelo grupo no pós-crise.

Diário de Notícias
“Lisboa investe 31 milhões em projetos decididos pelos moradores”
No ano em que cumpre o décimo aniversário o orçamento participativo de Lisboa aumenta a exigência: os projetos que forem entregues têm de ter um investimento mínimo de 50 mil euros. Objetivo: “Diminuir a quantidade de propostas e aumentar a sua qualidade.”

“O elevador da rainha voltou a servir os visitantes do Palácio da Ajuda”
Esta foi uma das quase 600 iniciativas que assinalaram o Dia Mundial dos Monumentos e Sítios em todo o país, simplesmente com entradas gratuitas ou organizando atividades diferentes das habituais. Como esta que levou os visitantes por espaços que normalmente não estão acessíveis a quem visita o palácio.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.