Volta Nacional: “Hotéis em alta, alojamento local em baixa”

Volta Nacional: “Hotéis em alta, alojamento local em baixa”

Sol
“Hotéis em alta, alojamento local em baixa”
Lisboa prepara-se para receber este ano cerca de 20 unidades hoteleiras. Já o boom do alojamento local parece ter desaparecido devido às alterações legislativas aplicadas a este setor.

“ANAC trava escalada de preços da ANA”
Companhias aéreas apresentaram queixa por causa dos aumentos sucessivos que a gestora de aeroportos nacionais tem aplicado desde 2012. Associação critica também o governo.

“Aviação surpreende com novos recordes”
O número de passageiros tem vindo a aumentar em todo o mundo. Particularmente em Portugal. No total, foram transportadas 3,7 mil milhões de pessoas.

“Alojamento local sofre”
O Governo prometeu introduzir alterações ao arrendamento local. Estima-se que o negócio precise de 18 anos até tornar-se rentável em muitos casos.

Público
“No Chiado, prédio dos anos 70 vira hotel de charme pombalino”
No Largo Rafael Bordalo Pinheiro, em Lisboa, existe um prédio, construído na década de 1970, que uma empresa de investimentos imobiliários quer transformar num hotel de cinco estrelas com estética pombalina. Projectistas de novo hotel dizem que o edifício não é compatível com a envolvente e propõem “reinterpretação contemporânea” da arquitectura pombalina. Técnicos da câmara discordam, mas o projecto deverá ter luz verde.

Jornal de Negócios
“Lojas tradicionais com mais de 25 anos vão ter proteção”
Lojas com história; comércio tradicional; estabelecimentos de interesse histórico e ou cultural local; entidades de interesses histórico e ou cultural local. Serão estas as entidades que, desde que tenham mais de 25 anos e sejam admitidas pelas autarquias, serão abrangidas pelo novo regime de reconhecimento e proteção no arrendamento e na realização de obras que está a ser preparado pelo Parlamento.

“Só Loures pressiona gestão intermunicipal da Carris”
Dos municípios da Área Metropolitana de Lisboa abrangidos pela rede da Carris, apenas Loures contesta que a gestão da empresa de transporte público seja assegurada só pela autarquia da capital.

“Mota-Engil quer retomar crescimento em África”
A Mota-Engil pretende “retomar o ritmo de crescimento dos seus negócios” em África com a adjuficação do contrato de cerca de 1,030 milhões de dólares (cerca de 955 milhões de euros) na Tanzânia, em parceria (50%-50%) com o grupo turco Yapi Merkezi.

“Estado aumenta capital da STCP”
A Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) realizou um aumento de capital social de mais de 27,5 milhões de euros por conversão de créditos detidos pelo Estado. A STCP acrescenta que “o aumento de capital enquadra-se nas operações reguladoras das empresas públicas e vem reforçar o capital social da empresa, permitindo a amortização de dívida ao Estado através da redução de créditos concedidos pela DGTF”.

“Brexit reduz subida de passageiros”
O ritmo de crescimento dos passageiros britânicos em companhias aéreas deverá reduzir-se para metade. A conclusão é de uma análise da Moody’s, que aponta a desvalorização da libra esterlina e a incerteza económica provocada pelo Brexit como os principais motivos.

Correio da Manhã
“Monsaraz: obra de 1,6 milhões para reabilitar muralhas”
A última zona de muralhas de Monsaraz, no concelho de Reguengos de Monsaraz, que estava identificada por necessitar de uma intervenção urgente, vai ser alvo de obras de requalificação no valor de 1,36 milhões de euros. A autarquia espera que os trabalhos possam arrancar no prazo de seis meses. O projeto inclui a criação de um percurso pedonal no interior e exterior do castelo.

“Madeira vale um dicionário”
Uma equipa de 600 autores, coordenada pelo historiador José Eduardo Franco, está a produzir o “Grande Dicionário Enciclopédia da Madeira”, uma obra em dez volumes que pretende elencar todo o conhecimento produzido até hoje sobre o arquipélago, já a partir do final deste ano até 2020.

Jornal de Notícias
“Mosteiro Encalhado em Vila do Conde”
Há uma década que o ex-líbris do concelho está fechado e sem destino. Projeto turístico é agora uma das alternativas para o Mosteiro de Santa Clara, em Vila do Conde, um dos imóveis que consta, agora, do programa Revive.

“Mercadinho dos Clérigos está de volta”
O mês de fevereiro marca o regresso do Mercadinho dos Clérigos à Rua do Cândido dos Reis, no Porto. Como tem sido habitual, o evento será realizado todos os segundos e últimos sábados de cada mês, pelo que a primeira edição deste ano está marcada para o próximo sábado, entre as 10 e as 20 horas.

“Ópera de rua vence prémio de 1500 euros em iniciativa comunitária”
Uma Ópera de rua, que junte no mesmo espetáculo músicos profissionais e pessoas da comunidade, foi a proposta vencedora do Aveiro Soup, uma iniciativa promovida pela comunidade que desafiou pessoas e instituições a apresentarem ideias para melhorar Aveiro.

“Mais jardins e menos carros no centro cívico das Taipas”
A Câmara de Guimarães apresentou o projeto de arquitetura do centro cívico das Taipas. O desenho é mercado por uma profunda transformação do coração da vila termal, onde se destaca a criação de mais espaços verdes e a perda de lugares de estacionamentos.

“Governo vai pagar ligação da EN222 à A32”
O Governo anuncia, amanhã, a construção do troço de ligação entre a EN222, em Castelo de Paiva, e o nó de A32, nna Feira. A obra de 15 milhões deverá avançar ainda nesta legislatura.

“IndiJúnior abre com 15 minutos de céu para pais”
O IndiJúnior Allianz, 1.º festival internacional de cinema infantil e juvenil do Porto arrancou, ontem à tarde, no Teatro Municipal Rivoli e dura até dia 12.

Expresso
“Governo não vai pagar acessos ao Montijo”
As várias hipóteses de investimento no Montijo — para transformar os 1000 hectares da Base Aérea nº 6 no novo aeroporto complementar da Portela — têm custos que vão dos €200 milhões até mais de €300 milhões. Precisamente para escolher o investimento mais adequado a este projeto, o Governo vai assinar, a meio de fevereiro, um Memorando de Entendimento com a ANA, concessionária dos aeroportos portugueses.

“Fonte Nova revitalizado”
O centro comercial Fonte Nova, em Benfica, investiu dois milhões na revitalização do seu espaço em 2016 – num novo parque de estacionamento e praça de restauração -, um esforço que já deu frutos: nos últimos cinco meses do ano foram registados valores acima dos 20% nos seus resultados.

“Zonas nobres de Lisboa vão sofrer alterações imobiliárias”
A autarquia vai transformar estacionamento em espaços escolares e libertar equipamentos para uso privado. Sendo que, oito imóveis de domínio público vão passar para uso privado. Entre eles está o Cinema Olympia, a sede da EPAL e três quartéis de bombeiros.

“Liverpool dá exemplo à Margem Sul”
Uma comitiva portuguesa esteve recentemente em Liverpool para ver in loco o impacto que um projeto de larga escala pode ter na economia local e na regeneração urbana. E estabelecer parcerias de consultoria com quem já ganhou experiência, dada por alguns anos de avanço na execução do plano. O projeto Lisbon South Bay quer replicar o sucesso das cidades inglesas.

“Ingleses vendem imóveis históricos para hotéis de luxo”
A venda de vários imóveis históricos de Londres, como o Admiralty Arch ou o antigo Ministério da Guerra pelo Estado britânico está envolta em polémica, mas também em muitos milhões.

“PCP perde terreno na Carris”
Municipalização deu azo a novo desafio parlamentar ao PS e alimentou a guerra entre sindicatos. A CGTP já não domina a empresa.

“21% dos aumentos dos bilhetes e passes acima do valor fixado”
A poucos dias do Natal, o Governo anunciou uma subida das tarifas nos transportes públicos de “1,5%”. Mas o direito à dedução do IVA dos passes não se aplica a todo o montante pago, mas apenas a 15% desse valor (e até um limite de 250 euros por agregado para o conjunto de todas as despesas referidas).

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.