Volta Nacional: “Lisboa supera Nova Iorque em qualidade de vida num ranking liderado pela Europa”

Volta Nacional: “Lisboa supera Nova Iorque em qualidade de vida num ranking liderado pela Europa”

Público

“Turismo e lei das rendas reabilitaram Lisboa”
A dinamização do turismo e a lei das rendas permitiram a reabilitação urbana em Lisboa. Mas Assunção Cristas quer mais. Diz que é preciso regulamentação e olhar para as pessoas.

“Queriam ter um hotel mas agora só veem «a vida a andar para trás»”
Leonor Gama e Luiz Santos compraram um edifício na Av.24 de Julho, em 2014, convencidos de que podiam ali instalar um hotel de quatro estrelas. Essa convicção nasceu dos muitos contactos que vinham tendo com a Câmara de Lisboa, que em abril de 2015 lhes trocou as voltas. Afinal, o projeto do hotel tinha de ficar em suspenso porque estava a ser elaborado um Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana das JAnelas Verdes, em cuja área o prédio se inseria. Ainda nesse ano, o revés definitivo: o Governo decidiu que o Museu Nacional de Arte Antiga, logo acima do imóvel deles, ia expandir-se precisamente para ali. A autarquia propõe-se ficar com o prédio da 24 de Julho em troca de um na Rua do Arco da Graça, perto do Hospital de São José, onde Leonor e Luiz poderão ter o hotel com que sonham há anos. ESte imóvel está avaliado em 860 mil euros.

“Lisboa supera Nova Iorque em qualidade de vida num ranking liderado pela Europa”
As cidades europeias continuam a liderar a lista de cidades com melhor qualidade de vida. Segundo o estudo da consultora Mercer, há oito cidades europeias entre as 10 com melhor qualidade de vida. Lisboa está um lugar abaixo do ano passado, ocupando atualmente o 43º lugar num ranking que considerou 231 cidades.
Jornal de Notícias

“Lavradores de Feitoria no top 30 dos imperdíveis”
A empresa duriense Lavradores de Feitoria é a única em Portugal a integrar a lista dos 30 produtores a descobrir no mundo, publicada pela revista norte-americana Wine Spectator.
Diário de Notícias

“Casa Ermelinda Freitas recebe distinções”
Pela 5ª vez consecutiva, a Casa Ermelinda Freitas é PME Excelência. Esta distinção vem validar, uma vez mais, o grande trabalho levado a cabo por esta empresa situada na península de Setúbal. De destacar também as nove medalhas obtidas no concurso “Mundus Vini 2017 – Edição Primavera” (uma medalha de grande ouro, cinco de ouro e três de prata) e as três medalhas de prata no concurso “Vinalies Internationales 2017”.
Jornal i

“Turismo de Portugal pode acionar fundo”
O Tribunal de Justiça da UE considera que os passageiros de voos com escalas que tenham chegado ao destino com um atraso igual ou superior a três horas devem receber uma indemnização que pode ir dos 250 aos 600 euros, dependendo da distância do voo e da hora a que chega o passageiro ao último destino. Se comprou uma viagem organizada e não teve direito a tudo o que ficou acordado, deve pedir o reembolso pago pelos serviços não prestados. Para isso, o consumidor deve reclamar junto da agência de viagens. Se nada ficar resolvido, tem 20 dias após o fim da viagem para expor a situação ao Turismo de Portugal e pedir para este acionar a caução do fundo disponível para estes casos.
Correio da Manhã

“Neeleman: novo passaporte cipriota ajuda a ficar com a TAP”
David Neeleman, dono da TAP, é agora também cipriota. Ao adquirir nacionalidade de um país europeu, o americano que nasceu no Brasil vê suplantadas as restrições à privatização da empresa. Segundo a lei europeia, as companhias aéreas não podem ser controladas por cidadãos não europeus. Isto mesmo foi revelado pelo próprio Neeleman. “A TAP não podia tomar certas posições, estava condicionada por decisões operacionais para implmentar a sua estratégia”, revelou fonte próxima do proprietário da companhia aérea.
Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.