Volta Nacional: “Porto. TAP reforça voos para «crescer com a região»”

Volta Nacional: “Porto. TAP reforça voos para «crescer com a região»”

Categoria Business, Transportes

Jornal de Notícias
“Porto. TAP reforça voos para «crescer com a região»”
A TAP vai reforçar o número de voos para o Porto. O anúncio foi feito ontem pelo CEO da companhia aérea, Fernando Pintdurant a conferência de apresentação do programa “Taste Porto”, no Terminal de Cruzeiros de Leixões, em Matosinhos. “Todo o trabalho que se faz é para divulgar a região e criar cada vez mais atratividade. O Porto é considerado a cidade mais atrativa da Europa e nós queremos acompanhar. E isso aumenta a necessidade de volume de voos. Está previsto crescimento”, assegurou Fernando Pinto.

“Palácio de São Bento da Vitória colocado à venda”
O Palácio de São Bento da Vitória, situado próximo da Torre dos Clérigos, numa zona histórica do Porto e muito procurada pelos turistas, está à venda. A proprietária, sociedade Próximo Quadrado, não fixou um preço-base, aguardando por aquilo que o mercado venha a ditar, mas estima-se que o imóvel possa valer cerca de 10 milhões de euros. O imóvel poderá ter fins residenciais ou hoteleiros.

“Aveiro. Escola de Turismo avança com curso de hospedeiras”
A Escola da Formação Profissional em Turismo de Aveiro vai arrancar no próximo dia 15 com um curso de Assistente de Bordo. A formação, ministrada em parceria com a Pro Fly Academy, uma escola especializada de Santiago de Compostela, terá uma duração de nove semanas e custará três mil euros.

“ANAC atende 53 passageiros”
Na última semana, a Autoridade Nacional da Aviação Civil foi contactada por 53 portugueses com viagens marcadas através da companhia aérea Monarch aquando do anúncio de falência, a 2 de outubro. Destas situações sinalizadas, nenhuma ficou por resolver, adiantou o organismo liderado por Luís Ribeiro em resposta ao DN/Dinheiro Vivo.

Correio da Manhã
“Companhia aérea Monarch: 8 mil regressaram”
Cerca de oito mil passageiros que viajaram para Portugal pela companhia Monarch, que faliu na semana passada, já regressaram ao Reino Unido já regressaram ao Reino Unido graças à operação montada pelo Governo britânico, informou a Autoridade para Aviação Civil britânica.

“CP Comboios: solução para a EMEF”
O presidente da CP, Carlos Gomes Nogueira, disse no Parlamento que a privatização da EMEF está afastada, segundo o “Negócios”. A empresa tem constrangimentos por causa da nova lei da contratação pública. A solução poderá passar, diz o responsável, pela criação de duas empresas.

“Passageiros invadem terminal do Barreiro”
A redução de carreiras na ligação fluvial Barreiro-Lisboa obrigou ontem à intervenção da PSP e da Polícia Marítima, depois de centenas de passageiros, em desespero por não conseguirem transporte, terem procurado forçar a entrada nos barcos.

“Golfe ‘obrigatório’ em Mira”
A Câmara de Mira tem quatro anos para instalar um empreendimento turístico em 37 hectares na Praia de Mira, sob pena de ter de devolver os terrenos florestais ao Estado, segundo um decreto publicado ontem.

Jornal de Negócios
“Soflusa pede aos utentes para evitarem hora de ponta”
A administração da Soflusa apelou aos passageiros para evitarem as deslocações entre as 8 e as 9 horas, período durante o qual se verificaram hoje vários incidentes no cais do Barreiro. “Fazemos um apelo aos passageiros para tentarem coordenar as deslocações, para não haver um tão grande aglomerado de pessoas àquela hora”, disse a administradora da empresa de transporte fluvial, Marina Ferreira.

“Amesterdão limita lojas para turistas”
Amesterdão vai proibir a abertura de novas lojas para turistas localizadas no centro histórico. Trata-se de uma “última tentativa de reclamar a zona para residentes”, avança o The Guardian na edição online.

“Monarch: 27 passageiros com novas reservas na easyJet”
A falência da Monarch deixou vários portugueses retidos no Reino Unido, com voos marcados para Portugal que já não se vão concretizar. Para resolver esse problema, a Autoridade Nacional de Aviação Civil celebrou um protocolo com a easyJet em que garante preços mais baixos para “facilitar o regresso de todos os passageiros afetados por esta situação”.

Público
“Palácio do séc. XVII em Alfama convertido em casas de luxo”
É difícil chegar lá por acaso e, embora o muro onde está o portão tenha aquela forma de meia laranja que indica haver ali uma casa senhorial, não é no nível térreo que se descobre o melhor do Palácio de Santa Helena. A poucas dezenas de metros da Igreja de São Vicente de Fora, o palácio está escondido num sítio com pouco movimento e debruça-se sobre a encosta de Alfama. Por isso, o melhor ali é as vistas. Vê-se Alfama inteira, o Cristo Rei, Cacilhas, o Barreiro, uma nesga da Ponte Vasco da Gama, Palmela lá ao fundo em dias claros, o Tejo espraiado.

“Trienal recebeu 26 candidaturas para Mercado de Santa Clara em Lisboa”
A Trienal de Arquitectura de Lisboa revelou à agência Lusa que recebeu 26 candidaturas ao concurso de ideias para o Mercado de Santa Clara, no Campo de Santa Clara, zona onde a entidade tem sede, em Lisboa. O prazo para a entrega de propostas de arquitectos para revitalizar o Mercado de Santa Clara, no âmbito deste concurso, aberto em Julho, terminou na segunda-feira.

“Vamos ter um ‘centro de referência’ para a arqueologia náutica?”
A situação das reservas da arqueologia náutica e subaquática instaladas há dez anos no Mercado Abastecedor da Região de Lisboa continua a opor arqueólogos de universidades, associações, museus e centros de investigação ao Ministério da Cultura e à sua Direcção-Geral do Património Cultural. Pelo meio há um pedido do PCP para que o ministro vá explicar aos deputados o que se passa com os bens depositados naquele armazém nos arredores de Lisboa e uma carta aberta dirigida ao mesmo Luís Filipe Castro Mendes assinada por 20 arqueólogos que em Portugal e lá fora se ocupam da história que ficou debaixo de água.

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.