Volta Nacional: “TAP. Fecho da compra da companhia aérea só para o ano”

Volta Nacional: “TAP. Fecho da compra da companhia aérea só para o ano”

Diário de Notícias

“Polícias propõem ao governo reforço de segurança no aeroporto”

Reforçar o número de câmaras de vigilância no perímetro exterior ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e melhorar o recrutamento e a seleção das pessoas que vão trabalhar para a infraestrutura aeroportuária mais importante do país. Estas são duas das propostas técnicas que o gripo de trabalho, composto por elementos da PSP, da PJ, do SEF e do SIS apresentaram à ministra da Administração Interna (MAI).

 

Jornal I

“TAP. Fecho da compra da companhia aérea só para o ano”

O Governo admitiu ontem que o processo para que o Estado fique com 50% do capital da TAP, que se previa que estivesse concluído até ao final deste ano, só deverá ficar totalmente finalizado no próximo ano. Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, esclareceu que, embora a maioria dos passos para concluir o negócio sejam dados ainda este ano, o parecer da Autoridade Nacional da Aviação Civil, pode chegar apenas em 2017.

 

“Ryanair assume que vai ter menos lucros”

A Ryanair fez saber ontem que cortou as previsões de lucros que tinha feiro para 2016. O corte feito pela companhia aérea ‘low-cost’ nas previsões iniciais é de cerca de 5%, e deve-se sobretudo à desvalorização da libra. “A primeira razão para este crescimento mais baixo da rentabilidade é a queda de 18% da libra esterlina pós-Brexit, o que vai reduzir a média das tarifas, explica a Ryanair.

 

Público

“Turismo de Cascais propõe taxa turística já em 2017”

A Associação de Turismo de Cascais (ATC) aprovou a aplicação de uma taxa turística sobre as dormidas no concelho, a aplicar já a partir de 2017. A proposta foi apresentada à autarquia e ao que tudo indica será aprovada, uma vez que o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, é também o presidente da Assembleia Geral da ATC, onde foi aprovada a proposta.

 

“Turismo e imobiliário português nunca estiveram tão bem posicionados”

André Jordan diz que “nunca o turismo o imobiliário português estiveram tão bem posicionados para consolidar a sua importância para o crescimento económico do país. O que não significa, contudo, que devamos descansar até porque “há ainda muito trabalho para fazer neste sentido, sobretudo “ao nível da captação de mais investimento”, defende o empresário, que há mais de quarenta anos tem vindo a revolucionar a forma como se faz imobiliário turístico em Portugal.

 

“Pestana desenvolve resort de luxo em Portalegre”

O grupo Pestana vai investir cerca de 200 milhões de euros num novo resort de luxo na zona de Portalegre, o Pestana Abrunheira Country Resort & Residences. A informação foi avançada pela presidente do município, Adelaide Teixeira, para quem este se trata de um “projeto âncora” para o distrito e para o Alentejo.

 

Jornal de Notícias

“Menos 40% no orçamento do gabinete de prevenção de acidentes até o telefone cortou”

O diretor do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes, Álvaro Neves, revelou ontem à TSF que o atual Governo cortou 40% do orçamento habitual (500 mil euros) e que o telefone de urgência, utilizado para reportar acidentes de aviação, chegou a estar cortado durante três dias, quando, por lei, o reporte de acidentes deve ser feito em 6 horas Álvaro Neves defendeu que é “urgente criar uma taxa de 20 cêntimos por bilhete de avião”, com o objetivo de criar um fundo de reserva para o Estado.

 

“Proposta de taxa turística desagrada aos hoteleiros”

Depois de Lisboa e de Vila Real de Santo António, Cascais pode vir a ser a terceira cidade portuguesa a aplicar uma taxa turística sobre as dormidas nas unidades hoteleiras. A Associação de Turismo de Cascais deliberou, em assembleia geral, que vai propor à Câmara a implementação da medida, mas a decisão não caiu bem no seio dos hoteleiros, que já se manifestaram contra a possível taxa.

 

Correio da Manhã

“Aeroporto de Lisboa com solução «em breve»”

Os estudos técnicos que permitirão tomar a decisão sobre a manutenção do aeroporto de Lisboa ou a solução Portela+1 ficam fechados “em breve”. Os operadores pedem maior capacidade aeroportuária e sugerem usar o Montijo.

 

Negocios

“EasyJet investe em incubadora”

A EasyJet fechou um acordo de cinco anos, no valor de milhões de libras, com a incubadora e aceleradora de start-ups britânicas Founders Factory. A transportadora, com este acordo, é assim a sexta e última investidora nesta iniciativa.

 

Nota informativa: O ambitur.pt não se responsabiliza pela informação veiculada nos órgãos de comunicação social que engloba na sua Volta Nacional, constituindo o seu conteúdo sempre citação de informações.