XXX Festival Internacional de Música de Macau

XXX Festival Internacional de Música de Macau

Categoria Destinos, Explore

De 1 e 30 de Outubro, Macau irá ser palco do XXX Festival Internacional de Música de Macau (FIMM) reunindo músicos e agrupamentos de nível internacional provenientes da Rússia, Estados Unidos da América, Alemanha, França, Reino Unido, Portugal, Mongólia, Taiwan, Interior da China e Hong Kong, uma edição que será subordinada ao tema “Gloriosos 30 – As Sino-Rapsódias”
O Festival abre com uma produção própria, tendo-se aliado ao encenador italiano de renome mundial Giancarlo del Monaco e ao célebre cenógrafo a figurinista William Orlandi para apresentar a ópera em três atos de Giacomo Puccini Turandot, a qual relata o romance de vida e morte entre Turandot, uma princesa chinesa, e Calaf, príncipe da Tartária
A encerrar o XXX Festival Internacional de Música de Macau estará presente a magia de Charles Chaplin, com o célebre maestro norte-americano Timothy Brock a liderar a Orquestra de Macau no acompanhamento ao vivo dos filmes do génio do cinema mudo, Luzes da Cidade e A Quimera de Ouro.
Outro realce do Festival vai para a obra Sonho de um Aroma do grande dramaturgo Tang Xianzu, tendo o Festival produzido para comemorar o 400º aniversário da sua morte a primeira ópera de câmara original de Macau a partir desta obra, uma ópera criada por artistas e personalidades ligadas à cultura do território e adaptada a partir da experiência de viagem de Tang Xianzu a Macau em 1591.
Ao longo do mês de Outubro, e por diversos palcos, poderá ouvir-se o Quinteto de Cordas da Filarmónica de Berlim que se une ao mestre contemporâneo de huqin Xu Ke para apresentar o concerto Noite Sublime, Arco Mágico, a Orquestra Filarmónica da China, que se associa ao jovem pianista local Kuok-Wai Lio na interpretação de diversos estilos musicais, e o Mongolian State Morin Khuur Ensemble que acompanha o morin khuur com o canto gutural khoomei, dando a conhecer a música deste instrumento tradicional, classificada como património cultural intangível a nível nacional.