29º Congresso da AHP quer debater desafios do presente e do futuro do turismo

Categoria Advisor, Associativismo

A Associação de Hotelaria de Portugal (AHP) quer promover, no seu 29º Congresso, “um debate vivo e participado sobre os desafios e oportunidades do presente e do futuro do turismo para o país e para os empresários”. São estas as expectativas de Raul Martins, presidente da AHP, realçadas esta terça-feira, dia 19 de Setembro, durante a apresentação do programa do congresso que decorreu a bordo do navio Leão Holandês, na presença da diretora executiva da AHP, Cristina Siza Vieira, e de alguns hoteleiros nacionais.

Através do mote – “Descobriram Portugal. E agora?!” – o 29º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, terá lugar de 15 a 17 de novembro, no Convento de São Francisco em Coimbra, onde se espera a presença de mais de 450 congressistas.

Num ano em que o turismo “consolida uma posição de destaque na economia nacional”, a AHP pretende que o programa proposto funcione como mote de partida para um debate mais alargado em que é “fundamental responder aos desafios que este crescimento nos traz e ver para lá da linha do horizonte”, explica Raul Martins. “Estamos numa posição privilegiada e é o momento de potenciar Portugal como um destino europeu de referência”, acrescenta o responsável.

O 29º congresso irá contar com seis painéis de debate. No primeiro dia, o congresso abre com o painel “Turismo e a Europa das Regiões”, marcado pela presença de Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, como ‘keynote speaker’ e moderação de Ricardo Costa, diretor-geral de Informação do grupo Impresa. A riqueza e a diversidade de culturas locais e regionais como parte da identidade nacional dos países e a sua importância na atracão turística é um dos temas em discussão.

Seguem-se as acessibilidades aéreas como mote para o segundo painel “A condição periférica de Portugal – Os desafios do transporte aéreo”, moderado por António Trindade, CEO dos PortoBay Hotels & Resorts.
“Como crescer sem perder a identidade?” é o tema do terceiro painel, moderado por Miguel Júdice, administrador do Hotel Quinta das Lágrimas, e que conta com a presença de Doug Lansky, Travel Writer e Tourism Development Advisor, como ‘keynote speaker’.

No fim do primeiro dia, os recursos humanos no setor hoteleiro serão o tema central para o painel “As Pessoas: a aposta de sempre, os reptos do futuro”, que será moderado por Frederico Costa, administrador do Grupo Pestana.

No dia 17 de novembro, a manhã abre com ‘case studies’ aplicados à hotelaria e que vão ser apresentados por duas empresas internacionais de tecnologia, no painel “The future of Hotel Revenue Management: Big Data, Business Intelligence & Analytics para hoteleiros”.

Por fim, o painel “Novas tendências do alojamento – The Hotel. The Hostel. The House”, encerra o congresso.Rodrigo Machaz, director-geral da Memmo Hotels será o moderador deste debate onde se vai discutir se os hotéis de pequena escala, ou os chamados boutique hotéis são uma tendência ou um negócio rentável.

Ricardo Ramos Gonçalves