“A TAAG trabalha diariamente para estar na vanguarda da aviação”

“A TAAG trabalha diariamente para estar na vanguarda da aviação”

A TAAG reuniu ontem, no Espaço Espelho d’Água, em Lisboa, cerca de 120 convidados (entre agentes de viagem e operadores turísticos, elementos do corpo diplomático angolano, a equipa, entre outros parceiros) para o seu jantar de Natal. Mónica Cristino, diretora regional da companhia aérea para a Europa, fez questão de fazer um balanço do ano que agora termina e de sublinhar que a empresa “continua a olhar para o futuro e trabalha diariamente para estar na vanguarda da aviação, acompanhando as mudanças que se produzem no setor em termos globais”.

“Sendo a aviação um setor complexo e exigente que depende de um bom trabalho de equipa, aproveito este momento para felicitar especialmente os nossos colaboradores pelo apoio, empenho e trabalho demonstrados ao longo de 2019 em prol da TAAG. Afinal só em equipa se conseguem alcançar as metas mais difíceis”, começou por dizer a responsável.

A transportadora angolana, que celebrou 80 anos em 2018, admite que “o ano de 2019 foi árduo e exigente” mas que tem “no seu ADN o perfil das melhores pessoas que para ela trabalharam ao longo destas oito décadas”.

Mónica Cristino frisou também que “o alinhamento entre o poder público e o setor privado é fundamental daí que, num ano economicamente desafiante, tenha sido fundamental os nossos parceiros permanecerem ao nosso lado vendendo TAAG”.

A responsável da companhia aérea adiantou ainda que a aposta da TAAG passa, a nível global, pela pontualidade, renovação da frota com aparelhos novos e modernos, implementação de uma nova imagem de segurança, conforto e eficácia, transformação do Aeroporto de Luanda num hub, criação de novas rotas e aumento de frequências de voos.

A nível local, em Portugal e na Europa, a transportadora pretende continuar “a crescer, a conquistar mais e melhores mercados”. Lembrando que a aviação tem um papel preponderante no desenvolvimento económico e sustentável de qualquer país, e que o seu papel na promoção do turismo é “inegável”, Mónica Cristino recordou que a TAAG conseguiu, por exemplo, lançar as primeiras programações para Angola e passou a ter presença nos catálogos turísticos porque queremos vender o lazer para destinos como Luanda e além Angola (Moçambique, São Tomé, Cabo Verde, África do Sul, etc)”. Além disso, a companhia conta com acordos de codeshare na Europa com as companhias KLM, Air France, Lufthansa e Brussels Airlines.

Recorde-se que a TAAG iniciou o ano com a abertura da operação para Cabo Verde e, a 15 de dezembro, passará a voar para Lagos, na Nigéria.

“Seguimos empenhados e motivados na captação de novos clientes, através da diversificação da sua tipologia, implementando uma melhoria e engrandecimento da nossa relação, principalmente através da prestação de um serviço de excelência, e diversificando oferta, diferenciamos a procura e tornamo-nos mais competitivos”, concluiu Mónica Cristino.

A TAAG aproveitou a ocasião para apresentar o novo embaixador da marca, o cantor angolano Matias Damásio, “uma figura cosmopolita, influenciador e agregador de públicos totalmente heterogéneos (…) que também um sinónimo de aglutinador de uma geração moderna, ativa e independente, com grande apetência para viajar”.

Inês Gromicho