Accor assume reforço de posição como líder de mercado na Europa do Sul

Accor assume reforço de posição como líder de mercado na Europa do Sul

Categoria Alojamento, Business

Com mais de 1.900 hotéis e 53 inaugurações em 2021, a região da Europa do Sul, que inclui Portugal, França, Espanha, Itália, Malta, Grécia e Israel, representa atualmente 36% da carteira do grupo.

As equipas de desenvolvimento, conceção e serviços técnicos no Sul da Europa permitiram ao grupo atingir uma quota de mercado de 37% em relação ao número de quartos assinados em 2021, um desempenho duas vezes melhor do que o do concorrente direto na região. Em França, a Accor chegou mesmo a atingir uma quota de mercado de 55%.

Em Portugal, o grupo continua a crescer, com a abertura, no ano passado, do novo Mercure Fátima, e a estreia da marca Mama Shelter, com o Mama Shelter Lisboa a abrir em janeiro deste ano. No final de 2022, está ainda prevista a abertura do ibis Styles Lisboa Aeroporto.

A Accor garante provar mais uma vez a atratividade das suas mais de 20 marcas na região. Os novos projetos de desenvolvimento aceleraram com quase metade dos projetos assinados por novos parceiros (44%).

“Estamos satisfeitos por constatar que a crise da COVID-19 está a recuar. Com um hotel assinado a cada seis dias em 2021, vemos como o Grupo tem sido resistente, graças à força das suas marcas, em todos os segmentos”, disse Maud Bailly, CEO do Sul da Europa da Accor.

Até 2022, a região pretende ter cerca de 40% dos seus projetos em desenvolvimento nos setores de luxo, premium e lifestyle

Já com um crescimento de 60% de novos projetos em 2021 nestes segmentos, em comparação com 2019, a região continuará a impulsionar uma ambiciosa estratégia de desenvolvimento nas categorias luxo e premium, com algumas marcas prestes a chegar, tais como Mövenpick e Swissôtel ou Emblems, uma marca de coleção. MGallery, a marca hoteleira boutique premium, está a experimentar o crescimento mais forte no sul da Europa. Inclui a recente chegada da MGallery L’Aigle Noir em Fontainebleau e do Esquisse Hotel & Spa Colmar – MGallery, e promete abrir nove hotéis até ao fim de 2022, para completar os 40 já abertos.

“A nossa ambição é aumentar a quota do segmento de luxo, premium e lifestyle nos nossos novos projetos de desenvolvimento para quase 40% até 2022. Os recentes lançamentos de Emblems, uma marca de coleção de luxo, e Orient Express, uma lendária marca de viagens no segmento de ultra-luxo, tornam isto possível e mostram o potencial de desenvolvimento de hotéis icónicos construídos sobre o seu património intemporal”, acrescentou Xavier Grange, SVP Development da Accor para a Europa do Sul.

Em paralelo, o grupo está a consolidar a força das suas marcas históricas. A região do Sul da Europa continua a liderar com 63% de todos os novos quartos em 2021 nos segmentos económicos e midscale, com 53 novos hotéis nestes segmentos. Este volume é conduzido pelas conhecidas marcas Mercure, Novotel e ibis, que continua a inovar, como demonstra o ibis Béthune Centre Gare, com o seu conceito “Square”, um design que dilui a fronteira com a rua e o espaço público para criar uma ligação mais forte entre os viajantes e os residentes locais.

A região concentra-se em novos destinos de lazer

Esta estratégia de crescimento para projetos de luxo e premium reflete-se também no estabelecimento de novos destinos de lazer. Espanha, o segundo maior mercado da região, continua a reforçar-se com o desenvolvimento de cidades como Madrid ou Barcelona, com a abertura do Sofitel Barcelona Skipper prevista para setembro, assim como a região ibérica de uma forma geral, com Lisboa e Porto. Pretende-se também conquistar regiões com forte potencial para resorts como as Ilhas Baleares, Marbella e o Algarve.

Os projetos de luxo e premium multiplicam-se também em Itália, como nas regiões do Lago de Como, Sardenha e Apúlia. Os destinos populares da Grécia e das suas ilhas registam um crescimento excecional e permitem o desenvolvimento de marcas de colecionadores com, por exemplo, a Niko Seaside Resort MGallery que abrirá as suas portas em meados de abril de 2022 em Creta e oferecerá um hotel boutique com um caráter único.

Por fim, o grupo irá duplicar a sua presença em Israel, um mercado onde os projetos estão a crescer. O primeiro Swissôtel do país, o Swissôtel Sun Bat Yam, será um destino de luxo no coração de um resort dedicado ao bem-estar com vista para o Mediterrâneo. Líder incontestável em França, Accor continua a expandir-se no segmento estratégico de luxo e premium com aberturas icónicas, como o recente Pullman Paris Montparnasse e o próximo MGallery Tours Duo previsto para finais de 2022, em Paris. O Grupo está também a conquistar destinos de mar e montanha, bem como regiões cada vez mais atrativas para os viajantes em busca da natureza e de autenticidade, como o Luberon, a Provença e as regiões vinícolas.

Um desenvolvimento cada vez mais sustentável

A região da Europa do Sul destaca-se em 2021 com 65% das assinaturas como conversões de edifícios. Esta estratégia visa limitar o impacto ambiental através da redução do número de novas construções.

A estratégia de desenvolvimento da Accor para a Europa do Sul continuará também a contar com o crescimento da sua marca de hospitalidade circular, greet. Esta marca contou com 15 assinaturas em 2021 e 10 aberturas previstas para 2022, para complementar os 15 hotéis inaugurados no ano passado.

“Os hotéis de amanhã serão, mais do que nunca, locais acolhedores e sustentáveis para se viver. Como líder da indústria, temos a responsabilidade de fazer a diferença e criar soluções proativas para o ambiente e a sociedade. Estamos comprometidos em acabar com o plástico de utilização única até ao final de 2022, reduzindo os resíduos alimentares e alcançando a neutralidade de carbono até 2050. Estamos a transformar hotéis em lugares sustentáveis que respeitam o ambiente”, afirma Maud Bailly.

Foto ilustrativa: Mama Shelter Lisboa