Accor lança “novos formatos” com “a vontade de melhorar a experiência na organização de reuniões e eventos”

Accor lança “novos formatos” com “a vontade de melhorar a experiência na organização de reuniões e eventos”

A pandemia colocou várias restrições às viagens e eventos. Nos dias de hoje pouco se viaja por lazer ou negócios. Mas pode o teletrabalho oferecer novas vias de negócio para os hotéis? Começam a surgir quartos transformados em escritórios e diferentes ofertas para o segmento corporate. Será esta uma real aposta para o futuro da hotelaria? E quais as mais-valias de trabalhar a partir de um hotel? A Ambitur.pt entrevistou um conjunto de grandes cadeias hoteleiras e pequenas unidades para perceber melhor este recente “fenómeno”.

Teletrabalho no Accor

O segmento corporate “sempre foi um segmento importante” para a Accor Hotels que, neste momento, tem a consciência de que “o cliente de negócios terá especial atenção ao cumprimento das normas de segurança e de saúde” das unidades hoteleiras, assegura Susana Lamata, sales director para a Ibéria do Grupo. Resumindo, “teremos de nos habituar a que o cliente exija informação clara sobre todos os padrões de desinfeção, limpeza e higiene” e que, especialmente, o cliente corporativo “solicite uma certificação”, o que “será determinante na hora de escolher um hotel”, prossegue.

Nesse sentido, a Accor criou o selo ALLSAFE, com o apoio do Bureau Veritas, que assegura “que foram alcançados os mais elevados padrões de segurança e protocolos de limpeza” através do cumprimento de uma “lista detalhada de 16 compromissos globais” que se traduzem em “mais de 100 normas no total”, explica a responsável. Em Portugal, a auditoria e certificação é feita pela SGS.

Susana Lamata informa, ainda, que o Grupo estabeleceu um “serviço de apoio médico gratuito” disponível para todos os seus hóspedes, através de uma parceria global com a seguradora AXA, pelo que “os clientes que adoeçam ou que necessitem de apoio médico urgente receberão acesso gratuito a teleconsultas médicas”.

Além disso, adaptou a sua política de cancelamento à situação atual com o “lançamento de tarifas semi-flexíveis” que permitem, perante qualquer imprevisto, “cancelar sem qualquer custo até três dias antes da chegada”. A sales diretor recorda que, em alternativa ao reembolso integral, existe a “possibilidade de se obter um voucher com o montante da reserva para ser utilizado nos próximos 12 meses”.

Ofertas para cada tipo de empresa

A Accor tem já uma “oferta para cada tipo de empresa” seja multinacional ou uma PME, explica Susana Lamata, sendo que para grandes empresas com volume de viagens “designamos um gerente para negociar as melhores condições possíveis, com preços estáticos e/ou dinâmicos” e para empresas com negócio disperso “temos as nossas ofertas de desconto ABO ou cartão de subscrição Business Plus, com descontos que vão de 5% a 20% na nossa rede hoteleira”.

Outro serviço disponível é o ALL Meeting Planner que “facilita a organização de eventos profissionais” ao permitir “reservar espaços nos hotéis do Grupo, em todo o mundo, do mais luxuoso ao mais económico, e ainda ganhar pontos sempre que se organiza um evento a serem utilizados para financiar outros eventos ou próximas viagens, bilhetes para concertos ou jogos”.

Work & Relax e Open Air Meetings

Mas “a vontade de melhorar a experiência na organização de reuniões e eventos” tem levado o Grupo Accor a “lançar novos formatos”, na medida em que “as empresas necessitam de transformar os seus espaços de trabalho tradicionais” para “reuniões virtuais ou híbridas que seguirão connosco durante mais alguns meses”, avança a sales diretor.

Também o teletrabalho “permite novas oportunidades de negócio” ao “promover a reinvenção dos espaços que já dispomos para responder a uma nova realidade”, nomeadamente, a “organização de reuniões em espaços ao ar livre” ou a “conversão de quartos em espaços de trabalho”, indica Susana Lamata, sublinhando que o Grupo está a “estudar a possibilidade de disponibilizar quartos como espaços de trabalho no âmbito do conceito Work & Relax“.

Mercure Aliados

Portugal e Espanha contam já com o conceito Open Air Meetings que consiste na utilização dos terraços e jardins das unidades Accor para reuniões com o intuito de “garantir maiores níveis de segurança” entre os participantes. O serviço está disponível desde o verão, adaptado às necessidades de cada cliente, e integra várias opções gastronómicas como o caso de coffee breaks ‘saudáveis’, almoços e jantares, e ainda uma oferta “Mobile” de picnic lunch para uma “alimentação saudável, calma e casual ao ar livre”.

Para Susana Lamata, os hotéis “são das estruturas mais seguras para este tipo de iniciativas”, face aos protocolos sanitários em vigor e medidas de segurança implementadas, além de oferecerem um “ambiente descontraído e simultaneamente profissional, que contribui definitivamente para uma boa produtividade individual e em grupo”.

Rita Inácio