ACISO mantém posição contra a implementação da Taxa Turística em Ourém

ACISO mantém posição contra a implementação da Taxa Turística em Ourém

A ACISO – Associação Empresarial de Ourém-Fátima mantém posição contra a implementação da Taxa Turística no concelho de Ourém. As alterações na redação da proposta de Regulamento da Taxa Municipal de Ocupação Turística apresentado pelo Município não alteram a posição anteriormente assumida pelos associados, tendo os mesmos votado, de forma unânime, contra a aplicação desta taxa.

A ACISO, imediatamente após o primeiro momento em que tomou conhecimento da intenção do Município em implementar a Taxa Turística no concelho de Ourém (setembro de 2018), efetuou um comunicado onde manifestou as preocupações desta associação. Em período de consulta pública, formalizou a posição dos seus associados relativamente a esta matéria. A anterior proposta de Regulamento da Taxa Municipal de Ocupação Turística foi reformulada no seu conteúdo pela Câmara Municipal de Ourém, motivo pelo qual foi solicitado à ACISO um novo parecer sobre esta matéria.

Entendeu a direção da ACISO submeter o documento novamente à apreciação dos seus associados em reunião convocada expressamente para o efeito, na qual os associados mantiveram a posição anteriormente assumida, tendo votado de forma unânime contra a aplicação deste regulamento.

A ACISO manifestou a sua disponibilidade para, na qualidade de representante e em defesa dos interesses dos seus associados, participar ativamente na elaboração de uma estratégia num horizonte temporal alargado, que crie compromissos públicos e privados de desenvolvimento sustentado, de forma a se poder perspetivar que investimentos se vão realizar, quando se realização e de onde virão os recursos financeiros necessários.