Aeroporto de Lisboa com a pior pontuação no ranking da AirHelp

Aeroporto de Lisboa com a pior pontuação no ranking da AirHelp

A AirHelp acaba de revelar o AirHelp Score, o ranking anual que classifica as melhores companhias aéreas e aeroportos do mundo. Lançada em 2015, esta avaliação de companhias e aeroportos classifica-os de acordo com os seguintes parâmetros: qualidade de serviço, pontualidade, tratamento de reclamações e alimentação e lojas – tendo em conta serviços prestados durante e após o voo.

Para criar este ranking, a AirHelp usou fontes privilegiadas, incluindo a sua base de dados de estatísticas de voo, uma das maiores e mais abrangentes do mundo, dezenas de milhares de opiniões de clientes e a experiência adquirida ao ajudar 10 milhões de passageiros em todo o mundo a submeterem pedidos de compensação após perturbações em voos.

TAP e Aeroportos de Lisboa e do Porto no ranking
No ranking das companhias aéreas, a TAP Air Portugal surge na 61.ª posição, entre 72 companhias, com a pontuação final de 6,04 (a melhor companhia tem 8,23). A transportadora portuguesa apresenta uma pontuação de 7,7 em qualidade de serviço, 5,3 em tratamento de reclamações e 5,2 em pontualidade (o que significa que 52% dos voos chegam no horário estipulado).

No ranking dos aeroportos, há dois portugueses na lista de 132 classificados: o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, ocupa a 125.ª posição, com uma pontuação final de 6,46 (face a um máximo de 8,39), e o Aeroporto General Humberto Delgado, em Lisboa, surge no último lugar, com 5,77 pontos. A qualidade de serviço é o parâmetro com a pontuação mais elevada do Aeroporto do Porto (7,9), seguindo-se alimentação e lojas (7,6) e a pontualidade (5,6). O Aeroporto de Lisboa obteve 7,4 pontos em alimentação e lojas, 7,3 na qualidade de serviço e 4,7 em pontualidade.

Melhores e piores companhias do mundo
A Qatar Airways lidera o AirHelp Score na categoria de companhia aérea, com uma pontuação final de 8,23 pontos. A companhia, que em junho vai lançar a rota Lisboa-Doha mantém, assim, a posição do ano transato, principalmente devido à consistência no tratamento de reclamações e pontualidade elevada. American Airlines (EUA – 2.º), Aeromexico (México – 3.º), Scandinavian Airlines (Suécia – 4.º) e Qantas (Austrália – 5.º) completam o top 5 das melhores.

No sentido inverso da tabela, as cinco companhias aéreas com as classificações mais baixas são a Ryanair (Irlanda – 68.º), Korean Air (Coreia do Sul – 69.º), Kuwait Airways (70.ª), easyJet (Reino Unido – 71.ª) e Thomas Cook Airlines (Reino Unido – 72.ª).

“O AirHelp Score de 2019 prova que as companhias aéreas com os mais elevados níveis de satisfação dos passageiros são as que apresentam uma pontualidade consistente. Temos de ter em mente que as companhias lidam com um novo tipo de viajante: informado, cada vez mais consciente das suas necessidades e direitos e capaz de escolher entre uma ampla oferta de transportadoras aéreas. Isso significa que até as companhias aéreas que não conseguem assegurar uma pontualidade alta têm a oportunidade de manter os passageiros ligados à sua marca quando os planos de viagem correm mal, fornecendo um serviço pós-voo positivo. O nosso estudo mostra que as companhias que colocam os passageiros em primeiro lugar e pagam as compensações às quais os mesmos têm direito, rapidamente e sem levantar problemas, ganham a confiança dos clientes neste mercado altamente competitivo”, afirma Henrik Zillmer, CEO e cofundador da AirHelp.

Melhores e piores aeroportos do mundo
O Qatar destaca-se também na categoria de aeroporto, com o Aeroporto Internacional de Hamad a surgir na 1.ª posição, tal como no ano passado. O top 5 completa-se com o Aeroporto Internacional de Tóquio (Japão – 2.º), Aeroporto Internacional de Atenas (Grécia – 3.º), Aeroporto Internacional Afonso Pena (Brasil – 4.º) e Aeroporto Gdańsk-Lech Wałęsa (Polónia – 5.º).

As cinco pontuações mais baixas foram atribuídas ao Aeroporto Internacional de Malta (128.º), Aeroporto Internacional Henri Coandă (Roménia – 129.º), Aeroporto de Eindhoven (Holanda – 130.º), Aeroporto Internacional do Kuwait (131.º) e Aeroporto de Lisboa (132.º).

“É evidente que os aeroportos portugueses presentes no ranking precisam de melhorar significativamente no que diz respeito à pontualidade. Embora tenham uma boa pontuação em qualidade de serviço e alimentação e lojas, apresentam uma elevada taxa de atrasos”, refere Henrik Zillmer.