AHRESP inicia estudo de caracterização do Alojamento Local no Algarve

AHRESP inicia estudo de caracterização do Alojamento Local no Algarve

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) vai dar início ao estudo de caracterização do Alojamento Local no Algarve, complementando assim a análise e o balanço do impacto do AL em todo o território continental.

De acordo com a nota enviada à imprensa, o inquérito, realizado no âmbito do Programa QUALITY – projeto desenvolvido pela AHRESP e que “visa a valorização e qualificação do Alojamento Local, será dirigido a mais de 30.280 unidades de AL e a informação será recolhida através do preenchimento de um questionário, enviado aos empresários inscritos no RNAL – Registo Nacional de Estabelecimentos de Alojamento Local e nas Câmaras Municipais da região”.

“Depois de termos caracterizado a Área Metropolitana de Lisboa, as regiões Norte, Centro e Alentejo, vamos alargar o estudo ao Algarve, região que tem vindo a registar um aumento significativo destas unidades. De acordo com os dados do RNAL, no início da década existiam na região algarvia 2.827 estabelecimentos e atualmente existem mais de 30 mil, o que equivale a um crescimento de cerca de 1000%. Perante este fenómeno, é de extrema importância proceder à análise dos estabelecimentos”, adianta Joaquim Ribeiro, vice-presidente da AHRESP.

A AHRESP lançou o Programa QUALITY como forma de responder em tempo útil à dinâmica de crescimento do AL, garantir os padrões de qualidade exigidos e contribuir para o esforço nacional de promoção internacional do destino Portugal. O inquérito analisa três vertentes: perfil dos empresários, perfil dos hóspedes e caracterização da procura.

O inquérito é realizado em parceria com o ISCTE, a Sítios – Serviços, Informação e Turismo e com o apoio do Turismo de Portugal.