Aigle Azur: “o ano de 2017 só poderá ser positivo”

by Inês Gromicho | 12 Janeiro 2017 10:28

No ano em que comemora o 10º aniversário em Portugal, a Aigle Azur, companhia aérea francesa, faz um balanço positivo de 2016, apesar de nem todos os resultados corresponderem às expectativas, devido ao impacto que os atentados terroristas em França tiveram no setor. Foi lançada uma nova rota, a delegação mudou para novas instalações, passou a oferecer melhores condições de bagagem, reformulou o site e lançou ainda uma aplicação. As perspetivas para 2017 revelam-se também otimistas, segundo Tiago Martins, delegado da transportadora aérea em Portugal.

“No início do ano 2016, França teve uma queda global em termos de frequência, devido aos atentados”, começa por dizer o responsável à Ambitur, ressalvando que a companhia “tudo fez para estar atenta às necessidades dos clientes, nomeadamente ao desenvolver mais serviços online”.

No verão de 2016 começaram as novidades, tendo sido reforçada a programação com a ligação de Lisboa e Porto a Paris-Orly, operando mais de 20 voos por semana, “alguns dos quais permitindo efetuar a viagem de ida e volta no próprio dia”, explica Tiago Martins. Já nesta temporada de inverno opera 18 voos por semana.

O ano ficou ainda marcado pelo aniversário de 10 anos de operações em Portugal, sendo a Aigle Azur “a única companhia aérea a servir os quatro principais aeroportos portugueses ao longo do ano”, salienta. Além disso, houve uma mudança de instalações da delegação em Portugal.

Outra importante mudança foi a reformulação do site e o lançamento da aplicação gratuita “Aigle Azur App”, que permite ao passageiro escolher o seu lugar, ganhando tempo e conforto.

O delegado da companhia em Portugal sublinha que a transportadora aérea tenta sempre estar “consciente das necessidades dos clientes” e, por este motivo, “está constantemente a melhorar os serviços com o intuito de corresponder às expectativas dos passageiros”, com horários adequados, com um programa de voo reforçado na procura e, ainda, preços mais competitivos. Daí terem criado “a possibilidade de viajar para Portugal, com ou sem bagagem de porão”.

Sobre o ano que se aproxima, o responsável mostra-se confiante, admitindo que “2017 só poderá ser positivo”, tendo como prioridade fazer o cliente beneficiar de uma experiência online mais personalizada. Tiago Martins anuncia ainda que a Aigle Azur “vai contar com muitas melhorias a nível dos serviços prestados a bordo e em terra”, e que “o lançamento de novas rotas está também em fase de estudo”.

Source URL: https://www.ambitur.pt/aigle-azur-o-ano-de-2017-so-podera-ser-positivo/