Air France testa solução «ICC AOKpass» de digitalização de resultados dos testes COVID

Air France testa solução «ICC AOKpass» de digitalização de resultados dos testes COVID

Categoria Business, Transportes

Desde o início da crise da COVID-19, as formalidades relacionadas com as viagens têm evoluído continuamente. A apresentação de um teste COVID negativo é agora obrigatória na maioria das viagens internacionais, e a verificação desses testes, geralmente apresentados em papel, leva tempo.

Para melhorar a experiência dos seus clientes e agilizar os seus percursos no aeroporto, a Air France acaba de lançar um programa-piloto para testar a solução «ICC AOKpass», desenvolvida pela MedAire/SOS internacional. A ICC AOKpass é uma aplicação móvel, disponível para smartphone e que permite aos passageiros registar em segurança os resultados dos seus testes COVID realizados num laboratório parceiro. Uma vez no aeroporto, os passageiros exibem os seus smartphones, ao invés de um teste em papel. A ICC AOKpass verifica então se o teste apresentado é válido e está em conformidade com as diretivas do país de destino, através de uma rede protegida por tecnologia blockchain.

Com duração de quatro semanas e realizado com o apoio do Paris Aéroport, este teste tem início a 11 de março de 2021 em todos os voos da Air France de Paris-CDG para Pointe-à-Pitre (Guadalupe) e Fort-de-France (Martinica). Este será apenas feito de forma voluntária, a fim de testar o funcionamento da aplicação em condições reais e recolher as opiniões dos clientes testados. A Air France partilhará o resultado dessa experiência com as outras companhias da aliança Skyteam que estão, atualmente, a testar diversas soluções para a digitalização de documentos sanitários.

Além de testar a solução ICC AOKpass, a Air France está a fazer tudo o que pode para auxiliar os seus clientes e informá-los em tempo real da evolução nas formalidades de viagem. Um website dedicado encontra-se disponível em airfrance.traveldoc.aero.

Desde o início da crise, a Air France aplica as mais estritas medidas sanitárias e oferece aos seus clientes flexibilidade total nos seus bilhetes, permitindo adiar ou cancelar sem custos ou comprovativos qualquer viagem prevista até 31 de dezembro de 2021. Estas medidas encontram-se reunidas sob o rótulo Air France Protect e são revistas regularmente em função da evolução da situação. Recentemente, as mesmas permitiram à Air France obter 4 estrelas no “COVID-19 Safety Rating” da Skytrax.

Catherine Villar, diretora de Experiência do Cliente – Air France, declarou: “A melhoria e a simplificação da experiência do cliente são prioridades de continuidade para a Air France. O teste da solução ICC AOKpass está totalmente em linha com esta abordagem, iniciada com a introdução da etiqueta Air France Protect. Estamos convencidos de que as mudanças que estamos coletivamente a experienciar vão modificar a viagem a longo prazo e estamos empenhados em apoiar todos os projetos de inovação que nos ajudam a responder a estes novos desafios”.

Sébastien Bedu, diretor de Produto – Serviços Aeroportuários para a MedAire, a divisão Internacional SOS especializada no apoio às indústrias aeronáutica e marítima, afirmou: “Estamos satisfeitos por apoiar a Air France no seu teste da solução ICC AOKpass. Faremos todos os possíveis para garantir o sucesso desta experiência, a fim de atingir o objetivo partilhado por toda a indústria: reabrir os céus em toda a segurança”.