Airbus regista 40 milhões de euros de lucro líquido no primeiro trimestre de 2019

Airbus regista 40 milhões de euros de lucro líquido no primeiro trimestre de 2019

Categoria Business, Transportes

A Airbus já divulgou os resultados financeiros consolidados para os primeiros três meses de 2019 e “manteve a sua orientação para o ano inteiro”, lê-se no comunicado partilhado com a imprensa. Segundo, Guillaume Faury “as demonstrações financeiras do primeiro trimestre refletem principalmente o nosso aumento de produção de aviões comerciais e das fases de entrega”. Para o presidente Executivo da Airbus, “o mercado de aviões comerciais contínua robusto e continuamos a ver boas perspetivas nos helicópteros e nos negócios de defesa e espaço. A nova equipa de gestão está preparada e focada em cumprir com os nossos compromissos.”

O total de encomendas líquidas de aviões comerciais foi de 62 (face a 68 no período homologo em 2018), incluindo 38 aviões A350XWB. Em relação às encomendas de aviões comerciais líquidas o número foi -58 (face a 45 no período homologo em 2018) após 120 cancelamentos que refletem principalmente o encerramento do programa A380 e o acordo comercial com a Etihad, conforme comunicado no relatório anual de 2018. A carteira de encomendas da Airbus cifra-se nos 7.357 aviões comerciais, à data de 31 de março de 2019.

De acordo com os resultados, as receitas consolidadas “aumentaram para 12,5 mil milhões de euros (face a 10,1 mil milhões no período homólogo em 2018), refletindo principalmente o maior número de entregas de aviões comerciais influenciado pelo aumento da produção.” A Airbus entregou no total 162 aviões comerciais (face a 121 no período homologo em 2018), incluindo 8 aviões A220s, 126 aviões A320, 5 aviões A330, 22 aviões A350 e 1 avião A380.

No total, 96 aviões da família A320neo foram entregues no trimestre. Continuou também o aumento da produção da versão Airbus Cabin Flex do A321 no primeiro trimestre. A Airbus está a trabalhar para melhorar a execução dos seus sistemas industriais internos e a monitorizar o desempenho do motor. O programa geral da Família A320 está no caminho certo para atingir 60 aeronaves por mês até meados de 2019 e para atingir uma taxa de 63 em 2021. No programa A330, 5 aviões foram entregues no primeiro trimestre, incluindo 3 aviões NEO. As entregas do A330neo continuam a crescer e a Airbus está a trabalhar de perto com o seu parceiro de motores e fornecedores para conseguir atender aos compromissos do cliente.

O resultado por ação de 0,05€ (face a 0,37€  no período homólogo de 2018) incluiu um ajuste negativo de hedges cambiais no resultado financeiro correspondente à suspensão prolongada de licenças de exportação de defesa. O resultado financeiro foi de 43 milhões de euros (face a 39 milhões de euros no período homologo de 2018). Os impactos financeiros registados nas Demonstrações Financeiras do primeiro trimestre de 2019 são referentes à suspensão prolongada de licenças de exportação de defesa também tiveram um impacto na taxa efetiva de imposto. O lucro líquido consolidado foi de “40 milhões de euros (face a € 283 milhões no período homólogo de 2018)”, refere a empresa.