Alemanha regista forte crescimento turístico no 1.º semestre do ano

Alemanha regista forte crescimento turístico no 1.º semestre do ano

O turismo na Alemanha prossegue a sua dinâmica de crescimento ininterrupto, com um aumento de 3,3% no mês de junho. De acordo com dados provisórios fornecidos pela Instituto Nacional de Estatística alemão, de janeiro a junho registaram-se 39,8 milhões de dormidas internacionais em estabelecimentos hoteleiros com um mínimo de dez camas, o que representa mais 3,0% (1,2 milhões) do que no mesmo período do ano anterior.

“A Alemanha está muito bem posicionada como destino turístico no contexto de uma competição cada vez mais forte”, declarou Petra Hedorfer, diretora geral do Turismo Alemão. “De acordo com mais recentes conclusões que a consultora IPK International retirou do World Travel Monitor sobre as principais tendências de evolução das viagens internacionais, o turismo recetivo alemão excede, com um acréscimo de 3,7%, a média mundial (que regista um aumento de 3,5%). De acordo com o IPK, a Alemanha atinge mesmo um crescimento de 4% no que se refere aos visitantes oriundos de mercados europeus, situando-se claramente acima da média da Europa (mais 2,5%)”, referiu.

Segundo a empresa de estudos de mercado Forward Keys, no primeiro semestre as reservas de voos turísticos procedentes de destinos fora da Europa superaram em 4,7% as do ano anterior. O segmento das viagens reservadas com bastante antecedência (no mínimo 120 dias antes da partida) cresceu de forma exponencial: 11%.

Forte crescimento de Portugal e Espanha

Dando continuidade a um crescente e ininterrupto interesse dos portugueses pela Alemanha como destino turístico, no primeiro semestre de 2019 as dormidas aumentaram 9,6%, tendo ultrapassado a cifra de 260.000. Segundo os dados já disponíveis, os destinos preferidos dos portugueses e com maior crescimento no primeiro semestre foram:

  • Hamburgo (+ 40,7%)
  • Berlim (+ 18%)

E os Estados:

  • Baden-Württemberg – Estugarda, o Lago Constança e a Floresta Negra – (+ 18,1%)
  • Hessen – Frankfurt, Wiesbaden e a região de vinhos do Vale do Reno – (+ 16,8%)
  • Baviera – Munique, Nuremberga e os Alpes – (+ 8,1%)

Espanha contribuiu com mais 187.265 dormidas, que se traduzem num crescimento de 15,1% face ao mesmo período do ano transato.

Otimismo prudente para o 2.º semestre

Os primeiros indicadores do segundo semestre de 2019 apontam que esta evolução vai continuar de forma estável. Por exemplo, segundo a Forward Keys, em finais de julho as reservas antecipadas de voos para a Alemanha com origem fora da Europa superavam em 2,1% as do ano anterior. Petra Hedorfer comentou: “Apesar dos dados da IPK sobre as tendências não podemos esquecer que temos de enfrentar grandes desafios derivados do débil crescimento económico na zona euro, do debate sobre o clima, dos conflitos comerciais e do tema No Deal Brexit.”

Parceiros do Turismo Alemão confirmam evolução positiva

Gabriela Ahrens, senior diretor Leisure Sales Homemarkets (DACHB) de Deutsche Lufthansa AG, declara: “A Lufthansa está sempre muito atenta à Alemanha como destino turístico pois é o nosso mercado pátrio. Temos dado conta da sua importância e do seu potencial e trabalhamos mais intensamente esse segmento com o Turismo Alemão realizando diversas atividades específicas para grupos concretos.”

Por sua vez, Andreas von Puttkamer, diretor de aviação no aeroporto de Munique, acrescenta: “O aeroporto de Munique também registou um novo recorde no primeiro semestre deste ano, com um crescimento de quase 5%, um aumento de mais de um milhão de passageiros, situando-se em 22,7 milhões de viajantes. O tráfico intercontinental revelou-se, uma vez mais, impulsionador do crescimento com um aumento de mais de 10% nesse período.”

Segundo Markus Luthe, presidente da Federação de Hotelaria Alemã (IHA), perfila-se um novo ano recorde para o setor: “Passar férias na Alemanha voltou a estar na moda também para os alemães. Além disso, as reservas de hóspedes estrangeiros continuam a ter um desenvolvimento muito positivo. Com um aumento de 4%, a evolução dos ganhos médios da ocupação chega a superar ligeiramente a média europeia, que está em 3,3%.”

O Turismo Alemão tem contribuído claramente para aumentar ainda mais a popularidade da Alemanha como destino turístico com a sua campanha anual “German Summer Cities”. Destaca sobretudo a dinâmica de crescimento da procura de atrações a visitar nos tempos livres.

Roland Mack, sócio-gerente da Europa Park GmbH & Co Mack KG, explica: “O Europa Park começou com êxito a temporada de 2019 e com muitas novidades apaixonantes. O novo Krønasår Museum-Hotel inaugurou em maio e acabámos de reabrir a área temática escandinava. Estes grandes atrativos também contribuíram para termos registado um aumento do número de dormidas no primeiro semestre, por exemplo de visitantes de França, Suíça e Emirados Árabes Unidos.”

Evelina Hederer, diretor business development do Expedia Group Media Solutions, comenta: “A procura do TOP 5 – Estados Unidos, Grã-Bretanha, Japão, Canadá e Austrália – aumentou no primeiro semestre de 2019 mais de 5% em comparação com o ano anterior. Entre os destinos mais procurados estão Berlim e Hamburgo, com um crescimento generalizado nos primeiros seis meses do ano, ou lugares como Colónia, Dusseldorf e a Floresta Negra, que inclusivamente registam taxas de crescimento de dois dígitos.”

Créditos de imagem @Francesco Carovillano