Âmago: a solução para a eficiência energética dos hotéis

Âmago: a solução para a eficiência energética dos hotéis

A preocupação com a eficiência energética deixou de ser secundária nas empresas e a hotelaria não é exceção. Cada vez mais ser energeticamente eficiente equivale a poupanças expressivas nas faturas do final do mês, pelo que os empresários hoteleiros procuram soluções que lhes permitam caminhar nessa direção. E é isso que a Âmago, criada em 2008 por João Raposo, tenta fazer todos os dias.

Apesar de, no arranque, a empresa se ter centrado na Certificação Energética, a verdade é que o empresário cedo percebeu que a atribuição destes certificados, com relatórios pormenorizados que apontavam medidas para tornar os edifícios em questão mais eficientes, pouco adiantavam na prática. E, por essa razão, apostou num modelo de negócio para edifícios de maior dimensão, uma novidade em Portugal na altura, ao qual deu o nome de “Contrato de Desempenho Energético”. O processo é simples: a Âmago apresenta um relatório que resulta de uma auditoria energética, com estimativas de poupanças de 100 mil euros por ano para um investimento de 300 mil euros, o que significava que estaria pago em três anos. “O cliente paga em função das poupanças que daí resultam”, explica o responsável, e adianta que, dos 100 mil euros iniciais, o cliente recebe logo 10%, começando a poupar sem gastar nada. “Faturamos 90% e, em vez de ser três anos, vai ser um período de quatro, cinco ou sete, o que nos permitirá rentabilizar o investimento, contando com uma margem para nós e com o facto de termos de pagar os juros do financiamento”, esclareceu João Raposo. No fundo, o cliente não corre riscos e obtém um edifício com eficiência energética feito por uma equipa especialista e com garantia de resultados.

O primeiro cliente da Âmago no Algarve no que diz respeito aos Contratos de Desempenho Energético foi o Pestana Dom João II Beach Resort, em Alvor, que estando a ser faturado desde 2014, consegue obter poupanças de cerca de 25%. Depois disso o grupo já apostou em outros contratos no Pestana Viking Beach & SPA Resort, onde está a conseguir poupanças entre os 40% e 45%, e o Pestana Alvor Park, onde foram montados painéis fotovoltaicos.

A hotelaria é pois uma forte aposta da Âmago, que conta com uma equipa de sete técnicos, engenheiros e arquitetos para atender às necessidades desta indústria.