#AmbiturTalk2Business: “Estratégia do Turismo de Portugal não mudou, apenas se adaptou com um foco muito claro nas pessoas”

#AmbiturTalk2Business: “Estratégia do Turismo de Portugal não mudou, apenas se adaptou com um foco muito claro nas pessoas”

O 1.º Ambitur Talk2Business decorreu ontem, no auditório do Turismo de Portugal, e abordou temas como a inovação, gestão e promoção do destino Portugal. Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal foi um dos oradores convidados pela Ambitur e por Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador da Vila Galé e coorganizador deste primeiro evento. Perante uma plateia de cerca de 25 empresários e profissionais do setor, que acederam ao convite da Ambitur, cumprindo as limitações impostas pela DGS, o responsável abordou a questão da promoção turística num momento tão desafiante.

O Turismo de Portugal continua a acreditar, e cada vez mais, que o setor é uma “força para o bem” e a questão que se coloca em tempos de pandemia é “como aproveitar esta situação e o que temos pela frente para que o volte a ser”.

Neste cenário, Luís Araújo explicou que a estratégia apresentada em janeiro pelo organismo que preside não mudou, e nem seria benéfico que mudasse durante uma crise. Apenas se adaptou, com um “foco muito claro nas pessoas”, sejam eles colaboradores, turistas ou residentes, e com o “propósito muito forte de receber bem e respeitar as diferenças”.

Neste período, o Turismo de Portugal garante estar sobretudo atento à “necessidade dos colaboradores de manutenção dos postos de trabalho, dos turistas de informação e dos residentes de solidariedade”. Segundo Luís Araújo, é isto que “tem sido feito e que vai continuar a ser feito” no sentido em que “o nosso grande objetivo é manter a sustentabilidade económica e social, com um equilíbrio entre aquilo que a procura pode e quer fazer, e o que a oferta pode dar, até onde pode ir e o que o contexto permite.”

O responsável realça ainda a “grande dependência externa” que hoje se verifica, nomeadamente porque “o setor está dependente de outras áreas e o país dependente das decisões de outros países”.

Assim, o Turismo de Portugal delineou três níveis de atuação entre empresas, regiões e mercados, procurando uma “articulação, interna e externa, cada vez maior” com as primeiras, o “alinhamento da promoção e ligação aos stakeholders” com as regiões e o “acompanhamento claro dos mercados” para que o destino Portugal seja “cada vez mais relevante”.

Veja de seguida as primeiras imagens do 1º Ambitur Talk2Business:

 
Rita Inácio