Ana Mendes Godinho deixa Turismo para assumir Ministério do Trabalho

Ana Mendes Godinho deixa Turismo para assumir Ministério do Trabalho

Categoria Advisor, Política

Ana Mendes Godinho, até agora secretária de Estado do Turismo, foi ontem proposta para ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, sucedendo a Vieira da Silva, conforme avançado pela Lusa.

A nova ministra é licenciada em Direito, pela Universidade de Lisboa, e ocupou a secretaria de Estado do Turismo entre 2015 e 2019, vários anos depois de ter chefiado o gabinete do secretário de Estado do Turismo dos governos de José Sócrates, Bernardo Trindade.

Durante a sua tutela, Portugal ganhou vários prémios de turismo a nível internacional, incluindo Melhor Destino Turístico do Mundo nos World Travel Awards e Melhor Destino Turístico europeu. Várias regiões, hotéis e empresas portuguesas do setor foram também galardoadas.

Antes de chegar a secretária de Estado, foi diretora dos Serviços de Apoio à Atividade Inspetiva da Autoridade para as Condições do Trabalho, tendo, entre 2001 e 2005, sido inspetora do trabalho.

Ana Mendes Godinho passou ainda pelo Turismo de Portugal, onde foi vice-presidente, tendo também coordenado o curso de pós-graduação de Direito do Turismo na Faculdade de Direito de Lisboa. Ocupou também o cargo de representante de Portugal no Comité Técnico da ISO/Turismo.

Ana Mendes Godinho ainda passou pelo mundo empresarial, ocupando a vice-presidência do Conselho Geral do Fundo Imobiliário Especial de Apoio às Empresas e tendo sido administradora da Turismo Capital, SCR, e da Turismo Fundos, SGFII, SA. Foi ainda membro do Conselho Consultivo da Fundação Inatel.

A nova responsável pela pasta do Trabalho também tem experiência como consultora jurídica da Direção-Geral do Turismo. Ana Mendes Godinho nasceu em 1972, é casada e tem três filhos.