Aniversário Ambitur: “Trabalhar em conjunto”

Aniversário Ambitur: “Trabalhar em conjunto”

O 31º aniversário da Ambitur serviu de mote para sabermos qual a visão de Silvia Mosquera, TAP Air Portugal Chief Commercial & Revenue Officer, sobre o futuro do turismo nacional. Temos vindo e continuaremos a publicar vários artigos de opinião dos Conselheiros Ambitur neste âmbito. Fica aqui a visão da nova equipa de gestão da TAP…

O maior desafio que se coloca ao setor do Turismo, no atual ambiente ainda de pandemia, é o da incerteza quanto à evolução e comportamento da procura.

Afigura-se como fundamental que todos os que atuamos neste setor sejamos capazes de devolver a confiança aos turistas.

Para isto, na TAP, trabalhamos articuladamente e em conjunto com os nossos parceiros, nomeadamente o Turismo de Portugal, as agências regionais de promoção do Turismo, os agentes de viagens e o Governo, entre tantos outros atores deste setor, para posicionar Portugal como um destino seguro de lazer.

É fundamental, para que isto aconteça, que sejam levantadas as restrições que ainda perduram, para que seja possível restabelecer de uma forma segura a conectividade de voos nacional e internacional nos aeroportos portugueses.

A “marca” Portugal tem de estar fortemente associada ao selo “Clean and Safe”, assegurando dessa forma a quem nos visita que está num destino com um ambiente seguro e saudável.

A experiência que o setor viveu ao longo do período pandémico veio também mostrar-nos que é uma necessidade nossa e uma exigência dos consumidores que exista um investimento cada vez maior do setor nas tecnologias digitais.

As tecnologias da informação e a digitalização dos instrumentos colocados à disposição dos Clientes permitem acrescentar valor em termos de experiência de viagem e de serviço ao Cliente.
Interessa ainda continuar o esforço de reforço da tesouraria e de capitalização das empresas de Turismo, que se foram descapitalizando devido aos fortes impactos económicos da pandemia. Alguns instrumentos, como as moratórias ou as linhas de crédito, já foram disponibilizados, e é fundamental que as empresas do turismo possam continuar a recorrer a apoios para manter a atividade até à recuperação plena do setor.

Acredito que, na TAP, também vamos empenhar-nos e fazer o que é necessário para, em conjunto com todos os nossos parceiros, podermos contribuir para a retoma da atividade em todo o setor do Turismo.

Vamos reforçar o programa Stopover, que tem dado contributos muito positivos para aumentar o número de passageiros da TAP que acabam por aproveitar uma escala no nosso país para o conhecer.

A TAP vai colaborar e apoiar press e fam trips que contribuam para a promoção e divulgação do destino Portugal no estrangeiro.

Vamos também trabalhar para identificar novos segmentos no turismo de lazer, como por exemplo o turismo de natureza, acreditando no imenso potencial de Portugal neste aspeto.

Vamos ainda estar de mãos dadas com todos os parceiros do setor para posicionar Portugal como destino de excelência para acolher eventos corporativos, de incentivos e de negócios.

Sabendo que é longo, e feito de muito trabalho e resiliência, o caminho que temos pela frente, acredito sinceramente que, se soubermos trabalhar em conjunto, vamos conseguir ultrapassar todas as dificuldades e fazer de novo do setor do Turismo um dos principais motores da Economia portuguesa.

Contem com a TAP, sabemos que juntos conseguimos.

Por Silvia Mosquera, TAP Air Portugal Chief Commercial & Revenue Officer. Este artigo foi publicado na edição 336 da Ambitur.