Atribuir maior valor ao vinho português foi o desafio lançado no Fórum Vinhos de Portugal

Atribuir maior valor ao vinho português foi o desafio lançado no Fórum Vinhos de Portugal

As exportações de vinho em Porutugal registaram um crescimento de 3,5% em valor até setembro, apontando para que 2015 seja um ano recorde, apoiado pela valorização dos mercados dos EUA e Canadá, que contrabalançaram a descida no Brasil e Angola. O crescimento sustentado e conciso dos últimos 12 anos foi uma das conclusões do Fórum Vinhos de Portugal que reuniu o sector em torno do debate e análise de temas prementes e da apresentação do Plano de Promoção Comum para 2016

O mercado dos EUA foi analisado, tendo sido colocado em evidência o perfil do consumidor e apresentados alguns exemplos de vinhos das mais diferentes origens, com sucesso no mercado norte-americano, o que permitiu aos participantes uma percepção do gosto do consumidor americano.

Foi ainda revelado um estudo sobre os espumantes que ilustrou o estado da arte deste produto em Portugal e em que se procurou demonstrar que esta categoria tem potencial de crescimento no quadro das exportações portuguesas para o mercado mundial.

A maior valorização do vinho nacional foi o desafio destacado para os próximos anos, tendo sido vincada nas várias intervenções a necessidade de um esforço conjunto para incremento do preço médio em detrimento da quantidade. Os Vinhos de Portugal conquistaram um forte reconhecimento internacional, nomeadamente junto das prestigiadas revistas norte-americanas, influentes em mercados âncora, pelo que este é o momento de cimentar o posicionamento diferenciador dos vinhos de Portugal.