Avianca Brasil junta-se à Star Alliance

Avianca Brasil junta-se à Star Alliance

Categoria Business, Transportes

As companhias da Star Alliance deram hoje, dia 22 de Julho, as boas vindas ao seu mais recente membro, a Avianca Brasil, numa cerimónia realizada no Aeroporto Internacional de Guarulhos em São Paulo, no Brasil.

“Adicionar a Avianca Brasil à nossa rede é um passo importante no reforço da nossa oferta aos clientes na América Latina. O Brasil é o mais importante mercado de aviação neste continente e estamos satisfeitos com o facto de podermos, a partir de hoje, oferecer mais uma vez ligações domésticas no interior do Brasil”, afirmou Mark Schwab, CEO da Star Alliance.

Na mesma ocasião, José Efromovich, presidente e CEO da Avianca Brasil, afirmou que “hoje, estamos a ditar o desenvolvimento futuro da nossa companhia aérea e encerramos um processo de dois anos, ao longo do qual mudámos para uma nova plataforma de TI, revimos e atualizámos os nossos processos internos e o programa específico de treinamento dos nossos funcionários, de modo a garantir que eles possam prestar o melhor serviço possível aos clientes. Estamos orgulhosos de fazer parte da mais experiente aliança de companhias aéreas e temos o prazer de colocar o Brasil de volta no mapa da Star Alliance”.

A Avianca Brasil é a companhia área que mais cresce no Brasil. De 2010 a 2014, aumentou a sua quota de mercado de 2,6 por cento para 8,4 por cento. Até maio de 2015, a companhia prosseguiu nesta tendência, atingindo, no acumulado, uma quota de mercado de 9 por cento.

A previsão é que, a partir de agora, esse crescimento continue a verificar-se.

Com vista a apoiar a adesão da Avianca Brasil, a Star Alliance lançou uma campanha especial de marketing, concebida em torno do slogan “A Maneira como o Brasil se conecta com o Mundo”. A campanha usa uma metáfora visual da bandeira brasileira formada a partir de edifícios icónicos em 3D em redor do globo, dando visibilidade aos benefícios dos quais, através da integração da Avianca Brasil na Aliança, o viajante frequente internacional brasileiro passa a dispor, nomeadamente, de uma gama mais vasta de opções de viagens do que em qualquer outra aliança.