Azoris Hotels com nova identidade na WTM London 2018

Azoris Hotels com nova identidade na WTM London 2018

Categoria Alojamento, Business

O grupo Azoris Hotels & Leisure está a remodelar os seus hotéis “porque nesta área temos que estar sempre a inovar”, frisa Sandra Santos, sua diretora comercial. O grupo marca presença na WTM 2018 dando a conhecer esta sua transformação.

A diretora comercial da Azoris Hotels garante que “a WTM é uma das feiras mais importantes em termos de Turismo e é no mercado do Reino Unido, que é um mercado muito importante para os Açores e para os nossos hotéis”. O grupo marca, assim, presença no evento com o intuito de ganhar notoriedade, reencontrar operadores com quem trabalha e encontrar novos negócios e parceiros, nomeadamente, para a época baixa entre novembro e março.

Sandra Santos garante que este verão correu muito bem mas nota o desafio da sustentabilidade: “É um grande desafio conseguirmos manter a sustentabilidade da nossa natureza, dos pontos turísticos e do circuito todo que as pessoas fazem pelas ilhas. Há muitos mais carros a circular, há muito mais consumo, e para já as entidades responsáveis estão sensibilizadas para isso. Estamos atentos a isso e tem de ser senão perdemos a nossa pérola.”

A transformação do grupo
O Azoris Hotels & Leisure foi adquirido pelo grupo Finançor e há cerca de dois anos iniciou o seu processo de rebranding. A principal alteração foi o seu nome “que nos liga mais ao destino e que, efetivamente, faz a diferença quando vimos para estes mercados de fora”, refere Sandra Santos.

Além no nome, o grupo está a investir em alterações nos seus três hotéis nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial, nos Açores. O Azoris Angra Garden, em Angra do Heroísmo, na Terceira, sofreu um upgrade e passou para quatro estrelas. O hotel esteve parcialmente fechado, entre janeiro e março/abril deste ano, e em maio voltou a esta em total funcionamento “para acompanhar a época alta”. Agora, apresenta um estilo mais moderno e apelativo.

“Temos vindo a fazer algumas atualizações, em termos dos espaços, condições e dos serviços dos hotéis porque, obviamente, que nesta área temos que estar sempre a inovar e a acompanhar o mercado”, afirma a responsável.

Rita Inácio, na WTM, Londres, com o apoio da easyJet