BTL 2020: Nova equipa quer trazer mais compradores internacionais através do Programa Hosted Buyers

BTL 2020: Nova equipa quer trazer mais compradores internacionais através do Programa Hosted Buyers

“Celebrar a criatividade de quem ousou fazer melhor e diferente”. É este o mote dado por Jorge Rocha Matos no “Kick-Off” da Bolsa de Turismo de Lisboa 2020 (BTL). O presidente da Fundação AIP falou esta quinta-feira no encontro igualmente marcado pela entrega de prémios aos stands que se destacaram na edição de 2019.

A ocasião serviu também para Fátima Vila Maior, diretora de área de feiras da FIL, anunciar a “nova equipa” da BTL: Dália Palma será a nova responsável pelo evento. Com esta atribuição, Fátima Vila Maior diz-se “muito mais descansada neste meu novo desafio em dar um bocadinho de mim às feiras dos vários setores que organizamos”. No entanto, a diretora sublinha que não vai deixar assim tão “facilmente” a BTL. “Ao longo destes anos, fiz muito bons amigos”, assevera, acrescentando que o setor do turismo é “muito importante para a nossa atividade” e de uma “forma transversal”. A responsável vai mais longe e considera que a FIL é um dos “principais pilares de desenvolvimento do turismo para a cidade de Lisboa e para o país”.

Por seu turno, Dália Palma e a sua equipa já estão a encarar este “novo desafio” preparando as novidades para a edição 2020. A gestora da BTL anunciou o desejo de criar uma “BTL Festivals”, uma área que já está a ser trabalhada na qual “pretendem ter promotores de festivais e conteúdos”. O sucesso da BTL Cultural, BTL Labs e BTL Enoturismo leva a equipa a querer “reforçar” estas áreas. Já no programa Hosted Buyers a aposta vai ser forte. “Queremos trazer mais compradores internacionais a Portugal para comprar o nosso destino” sublinha a gestora, acrescentando que nos “Buyers”, a projeção da BTL tem “atraído, de forma individual,” compradores internacionais.

Cristiana Macedo