Campos de Golfe já podem aderir ao “Clean & Safe” do Turismo de Portugal

Campos de Golfe já podem aderir ao “Clean & Safe” do Turismo de Portugal

Categoria Business, Golfe

O Turismo de Portugal, em articulação com o Conselho Nacional da Indústria do Golfe (CNIG), desenvolveu a possibilidade de também os Campos de Golfe aderirem à iniciativa “Clean & Safe”.

Os Campos de Golfe que pretendam obter o selo “Estabelecimento Clean & Safe” devem “cumprir o conjunto de disposições” presentes na “Declaração de Compromisso”, acessível no site do CNIG, explica o Turismo de Portugal em comunicado,

O selo, gratuito e válido até 30 de abril de 2021, exige a “implementação de um protocolo interno” que, de acordo com as recomendações da Direção-Geral da Saúde, deve “assegurar o distanciamento social e higienização necessária para evitar riscos de contágio” e “garantir os procedimentos seguros para o funcionamento das atividades turísticas”, incluindo agora a experiência de golfe.

Para a entidade, sendo Portugal um destino de golfe mundialmente reconhecido, é “muito relevante que estes equipamentos também possam ostentar a garantia Clean & Safe”, assumindo o “compromisso do cumprimento dos requisitos de higiene e segurança sanitária e transmitindo aos golfistas, nacionais e estrangeiros, a confiança que estes procuram para a sua experiência de golfe”. Após validação por parte do CNIG, os Campos de Golfe aderentes ficam com a possibilidade de utilizar o selo nas suas instalações físicas e nos canais e plataformas de divulgação e venda.

Com esta iniciativa o Turismo de Portugal pretende transmitir às empresas informação sobre as medidas mínimas necessárias de higiene e limpeza dos estabelecimentos, mas sobretudo, promover Portugal como destino seguro, do ponto de vista dos cuidados a observar para uma cuidada e eficaz manutenção das condições que evitem a propagação do novo coronavírus, numa atuação concertada, com o envolvimento de todas as empresas do setor e apelando à responsabilidade de todos.

A elevada adesão, com mais de 4.500 selos disponibilizados até ao momento, evidencia de modo muito significativo o compromisso das empresas portuguesas em acolher os turistas em segurança.