Candidaturas para o Programa FIT 2020/2021 do Turismo de Portugal já estão abertas

Candidaturas para o Programa FIT 2020/2021 do Turismo de Portugal já estão abertas

Categoria Business, Empresas

O Turismo de Portugal está a aceitar candidaturas à edição 2020/2021 do Programa FIT – Fostering Innovation in Tourism, até 22 de maio, destinado exclusivamente a programas de ideação, de aceleração e inovação aberta, promovidos por incubadoras.

Numa altura em que se prepara a retoma do setor, o Turismo de Portugal sublinha que a inovação é imprescindível na eficiência das operações, desenvolvimento de novas soluções tecnológicas e ferramentas digitais que melhorem a experiência turística. Este programa tem como objetivo “impulsionar o trabalho da rede de incubadoras no desenvolvimento de ideias e projetos que capacitem as empresas, sobretudo PME, e na inovação e crescimento competitivo do turismo”, refere a entidade em comunicado.

Com uma dotação global de 950 mil euros, os programas de aceleração e inovação aberta permitem, às startups selecionadas, melhorar os seus modelos de negócio, identificar novos clientes e potenciais investidores.

A rede de Escolas do Turismo de Portugal acolhe os programas de ideação, que visam a dinamização de novas ideias de negócio no turismo, procurando dar resposta a soluções digitais para PME, projetos sustentáveis e de economia ambiental, e a valorização dos recursos e produtos locais dos territórios do interior do país. A dotação global é de 250 mil euros.

Os programas podem ser a apresentados por incubadoras, que assinaram ou venham a assinar o protocolo FIT com o Turismo de Portugal, até 22 de maio de 2020.

O Turismo de Portugal iniciou o Programa FIT – Fostering Innovation in Tourism em 2016, no seguimento da iniciativa Turismo 4.0 e da Estratégia Turismo 2027, que visam posicionar Portugal como um hub internacional especializado em turismo e uma referência na produção de bens e serviços para a atividade turística à escala mundial. Nas três edições anteriores foram apoiados programas de ideação e aceleração que envolveram 897 startups e projetos, totalizando um investimento de 5,1 milhões de euros, a que correspondeu um incentivo de 3 milhões de euros.

Foto: Turismo de Portugal